23.3 C
Rio Branco
26 maio 2022 11:00 pm

“Um país com 790 barragens precisa de uma legislação que estabeleça culpados”, diz Jorge Viana

POR

Última atualização em 29/01/2019 03:00

Em entrevista à Rádio do Senado na manhã desta segunda-feira (28), o senador pelo Acre, Jorge Viana (PT), lamentou a tragédia ambiental ocorrida na sexta-feira (25) em Brumadinho (MG), poderia ter sido evitada se não fosse a interferência da maioria dos senadores que arquivaram o projeto que tornava mais rígida a fiscalização das barragens de mineração no país no final de 2018.

O projeto (PLS 224/2016) apresentado pelo senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) em 2016, resultou dos trabalhos de uma comissão temporária criada para debater a segurança de barragens após a tragédia em Mariana. Apesar de ter recebido relatório favorável de Jorge Viana, o texto não foi votado pela Comissão de Meio Ambiente e acabou sendo arquivado.

Jorge Viana/Foto: reprodução

“Numa hora dessas, todos querem apontar culpados, mas, dificilmente, alguém assume parte da culpa. No real mesmo, praticamente nada foi feito pelo governo de Minas, pelo Ministério Público, pela justiça, nem por legisladores”, declarou.

OUÇA AQUI A ENTREVISTA

Uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar as causas do rompimento da barragem da empresa de mineração Vale em Brumadinho (MG) e evitar novas catástrofes, deverá ser instalada assim que começarem os trabalhos do Congresso Nacional, em 1º de fevereiro.

Com informações Rádio Senado e do JH/Rede Globo

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 5.957 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.