Aeroportos de Rio Branco e Cruzeiro do Sul irão a leilão, segundo ministro da Infraestrutura


Freitas disse, ainda, que os estudos da BR-364, entre Mato Grosso e Rondônia, está no BNDES para estruturação da concessão


Antes dos cem dias de governo, o ministério da Infraestrutura promete realizar 23 leilões, incluindo 12 aeroportos, a Ferrovia Norte-Sul e dez terminais portuários. Segundo o ministro Tarcísio Gomes de Freitas, após o leilão da 5ª rodada de concessão de aeroportos será anunciada a 6ª rodada, que terá um bloco com aeroportos da região norte: Manaus, Porto Velho, Boa Vista, Rio Branco, Cruzeiro do Sul e Tabatinga. A proposta é realizar a licitação em 2020.

Aeroporto de Rio Branco/Foto: reprodução

Além disso, Freitas disse que os estudos da BR-364, entre Mato Grosso e Rondônia, está no BNDES para estruturação da concessão. “Vamos passar para a iniciativa privada o trecho e disponibilizar para o usuário o que ele precisa”, disse.

Outra questão é a obra da ponte sobre o Rio do Abunã. De acordo com o ministro, a obra será concluída até o fim do ano. A respeito dos aeroportos regionais, os estudos estão sendo feitos pela Comara (Comissão de Aeroportos da Região Amazônica), que vai verificar como viabilizar as obras junto com o ministério. Por fim, foi garantido que há recursos para as IP4 (Instalações Portuárias Públicas de Pequeno Porte) e também será feita a delegação do Porto de Manaus para o governo do estado.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Outras Notícias

Veja Também