Rio Branco, Acre,





Educação, saúde, investimentos e mais: saiba como foram os primeiros 30 dias do governo Cameli


Compromisso, valorização e respeito com o servidor, marcaram os primeiros dias de Gladson Cameli como o governador do Acre

WESLEY MORAES, SECOM

À frente do Poder Executivo há 30 dias, Gladson Cameli fecha janeiro com inúmeros desafios a superar, entre eles o saneamento das contas públicas. O 18ª governador do Estado do Acre, no entanto, demonstra nestes primeiros dias de governo que está compromissado com o funcionalismo público e que vai valorizá-lo com o respeito que ele merece.

Ao assumir o compromisso de ser o governador dos mais de 870 mil acreanos pelos próximos quatros anos, Gladson Cameli tem, a sua gestão focada na abertura do Estado para o desenvolvimento industrial, para o crescimento econômico e na excelência da prestação dos serviços básicos para a população.

Ao lançar o slogan: ‘Acre: Visão de Futuro, Governo de Todos’, o novo governo põe em prática o senso de que a administração pública é também um compromisso da população, com as pessoas participando efetivamente das decisões com o estado que vão melhorar as suas vidas.

Gladson Cameli/Foto: ContilNet

A seguir, um resumo dos primeiros 30 dias de gestão:

Compromisso, valorização e respeito com o servidor

Gladson Cameli fez questão de conhecer todos os órgãos que compõem o Poder Executivo. E por onde passou, deu atenção aos servidores públicos.

O governador deixou claro que é preciso valorizar e reconhecer o funcionário público. Ele prometeu que os salários não serão atrasados. O salário deste mês está garantido e será depositado no dia 31 de janeiro. Além disso, Gladson assegurou o pagamento da segunda parcela do décimo terceiro aos servidores que não receberam no fim de 2018.

Funcionários públicos que ganham até R$ 1 mil serão os primeiros contemplados com o recebimento do remanescente. O valor será pago de forma integral no dia 28 de fevereiro.

Servidores com menores remunerações terão prioridade no pagamento. Mesmo diante da atual situação financeira e assumindo uma dívida da gestão anterior, Cameli não mediu esforços para a quitação dos R$ 70 milhões que ficaram pendentes da segunda parcela do décimo terceiro salário, do funcionalismo público estadual.

Pró-Saúde

Outro importante anúncio foi o pagamento dos salários atrasados, referente a dezembro, dos funcionários do Pró-Saúde. Servidores com remunerações iguais ou inferiores a R$ 5 mil receberão os vencimentos até o dia 5 de fevereiro. O montante atinge 83% do quadro pessoal da empresa paraestatal.

De maneira organizada e rigorosa com as contas públicas, o governo fez um aporte financeiro extra de R$ 2,4 milhões para quitar débitos deixados pela gestão passada.

Plano de 100 dias

O lançamento do plano de trabalho de 100 dias comprova a determinação do novo governador em dar um choque na gestão. São ações positivas que impactam diretamente em melhorias para a população acreana.

Na área da Saúde, uma das prioridades é a contratação de mais 350 profissionais, por meio de concurso simplificado. São médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem que vão garantir a continuidade do atendimento na Rede Pública de Saúde.

A redução das filas de cirurgia também é prioridade. Com a realização de mutirões de consultas, exames e cirurgias, será possível atender pacientes que aguardam por procedimentos cirúrgicos há bastante tempo.

A compra de medicamentos e de materiais hospitalares é outra questão prioritária. Para Gladson Cameli, é inaceitável que o cidadão seja mal atendido ou não encontre o remédio que necessita nas unidades de responsabilidade da gestão estadual.

O compromisso de iniciar o ano letivo no prazo adequado é uma das metas na pasta da Educação. A contratação de professores provisórios já está em andamento. Faz parte do plano de trabalho, ainda, o desafio de superar a nota 5 no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, o Ideb.

Já na área da Segurança Pública, a determinação é oferecer mais policiamento nas ruas dos 22 municípios do Acre, além do reinício da Polícia Comunitária, aproximando a Segurança Pública, cada vez mais, da população.

Governador Gladson Cameli/Foto: Odair Leal/Secom

Agronegócio

“A salvação econômica do Acre”, foi desta maneira que Gladson Cameli definiu a abertura do estado para o agronegócio. Nestes primeiros dias, o governador cumpriu uma forte agenda na produção rural.

A primeira delas foi a visita a uma mega plantação de soja, em uma fazenda, na zona rural do município de Capixaba (distante 80 quilômetros de Rio Branco).

Gladson Cameli já sinalizou que o governo vai dar todas as garantias para quem deseja investir no Acre. Como segurança jurídica, fim de entraves burocráticos, infraestrutura e abertura de crédito junto aos bancos.

Em sua primeira agenda oficial fora do Acre, o chefe do executivo foi até Rondônia conhecer o modelo de sucesso do estado vizinho. No encontro com o governador rondoniense Marcos Rocha (PSL), Cameli confirmou a parceria entre Acre e Rondônia.

O governador convidou empresários rondonienses a investirem no Acre. Gladson se comprometeu a igualar à carga tributária, no setor agrícola, a que é praticada em Rondônia. Entusiasmados, empresários rondonienses prometerem visitar o estado, em breve.

O respeito ao novo Código Florestal e o aproveitamento de áreas degradadas são a prova que é possível produzir em larga escala sem derrubar a floresta. Atualmente, 87% da cobertura vegetal estão preservadas.

Para Cameli, a guinada econômica do Acre virá do campo. Além das condições naturais, como clima e terras planas, a posição estratégica é outro fator favorável ao agronegócio. Toda produção agrícola acreana pode ser exportada pelo porto graneleiro de Porto Velho(RO), via Rio Madeira.

Infraestrutura

A conclusão de obras inacabadas é o principal desafio na área de Infraestrutura. O pacote inclui o término da verticalização do Pronto Socorro, da UPA de Cruzeiro do Sul e do Hospital Regional de Brasileia.

Educação

Na Educação, o governo lançou edital para a contratação de professores provisórios. A intenção é que estes profissionais, futuramente, sejam incorporados ao quadro efetivo.

Para Cameli, investir em educação é a garantia que os jovens precisam para construir o Acre do futuro com dignidade. Em Cruzeiro do Sul, o governador fez um anúncio que entrou para a história da segunda maior cidade do estado, o primeiro Colégio Militar do interior do estado.

A escola já começa grande, com modernas instalações, doze salas de aula, biblioteca, sala de informática e quadra poliesportiva coberta para atender a 560 alunos do Ensino Fundamental. Até 2022, a implantação do Ensino Médio também será concluída.

Promessa de campanha, outras três novas escolas de ensino militar serão implantadas em Rio Branco, Sena Madureira e Tarauacá até o fim da gestão.

Com início no mês de março, todo o cronograma do ano letivo 2019 já está definido. A organização e a dedicação para elevar os índices de avaliação dos estudantes acreanos foi outra determinação pessoal de Gladson Cameli.

Segurança Pública

A Segurança Pública é um dos principais desafios da nova gestão. O governador Gladson Cameli, sensível à onda de violência que a população do estado enfrenta, não tem medido esforços para reduzir os índices de criminalidade.

Com mais viaturas e policiais nas ruas, os resultados positivos já apareceram. Somente nos dez primeiros dias de 2019, os crimes contra a vida diminuíram 66%, em comparação ao mesmo período do ano passado.

A mesma queda também foi percebida nos crimes contra o patrimônio. Entre os dias 1º e 10 de janeiro de 2019, foram registrados 105 ocorrências de roubos, contra 262 casos, em 2018, uma redução de 59,9%.

Nos presídios estaduais, mais um duro golpe contra o crime organizado. Operações policiais e revistas foram intensificadas. Grande quantidade de celulares, armas artesanais, bebidas alcoólicas e entorpecentes foi apreendida nas unidades prisionais de Rio Branco, Cruzeiro do Sul e Senador Guiomard.

A mesma ação foi realizada com êxito no Centro Socioeducativo Aquiry, em Rio Branco. O local, que abriga crianças e adolescentes infratores, passou por uma varredura e diversos materiais ilícitos também foram retirados das celas.

Durante encontro com policiais civis, Gladson Cameli foi enfático ao dizer que está determinado a devolver a paz para as famílias acreanas. Segundo o governador, a população não aguenta mais viver amedrontada.

Outra medida adotada pelo atual governo, e bastante comemorada pela população, foi o retorno do atendimento nas delegacias em tempo integral. Desde o dia 14 de janeiro, as unidades atendem nos períodos da manhã e da tarde.

Incansável na busca por melhorias para as forças policiais do Acre, o governador Gladson Cameli conseguiu a doação de mais equipamentos que vão dar melhores condições de trabalho aos profissionais da Segurança Pública.

Durante audiência com o general Guilherme Theophilo, secretário Nacional de Segurança Pública, em Brasília, Cameli assegurou o repasse de 50 fuzis calibre 762, 100 mil munições, cinco viaturas, 400 coletes balísticos, 80 pistolas ponto 40

e mais 50 rádios comunicadores. São equipamentos que vão fortalecer as forças estaduais de Segurança no combate ao crime.

Grandes investimentos

Engenheiro civil de formação, Gladson Cameli sabe a importância da infraestrutura para o desenvolvimento do estado.

Em visita à usina de asfalto e ao pátio de máquinas pesadas do Deracre, no Distrito Industrial de Rio Branco, Gladson anunciou investimentos de R$ 50 milhões na compra de novos equipamentos.

Outros R$ 94 milhões já estão garantidos para a manutenção e conservação de quase 14 mil quilômetros de ramais, nos 22 municípios acreanos. Nas estradas estaduais, o Deracre iniciou o trabalho emergencial de tapa buracos. Além disso, obras que estavam paradas foram retomadas.

Em Sena Madureira, outro grande investimento será a ponte sobre o rio Iaco. Gladson Cameli prometeu a construção de mais uma estrutura destas, que vai ligar os dois distritos da cidade, um sonho antigo da população do município.

A retomada dos voos diurnos para o Acre, a partir de junho deste ano, fecha as ações de 30 dias de do governo. O estado passa a contar com voos diurnos da companhia aérea Gol, em anúncio feito pelo presidente do Instituto Gol, Claudio Neves Borges, em reunião com o governador, em Brasília. Rio Branco e Cruzeiro do Sul serão beneficiadas, e os bilhetes, vendidos a partir de fevereiro.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários




Outras Notícias

Veja Também