Rio Branco, Acre,





Ex-diretor da Emurb, preso por corrupção na Operação Midas, terá que prestar contas no TCE


Jakson Marinheiro é apontado num esquema de desvio de mais de R $ 6 milhões

SALOMÃO MATOS, DO CONTILNET

Acusado no processo da Operação Midas, o ex-diretor da Empresa Municipal de Urbanização de Rio Branco (Emurb), Jakson Marinheiro, terá que prestar também esclarecimentos ao Tribunal de Contas do Estado-TCE, em sessão pautada para esta quinta-feira (7).

Jackson Marinheiro/Foto: reprodução

Nas investigações desencadeada pelo Ministério Público do Ministério Público do Estado (MPE), apontaram que o grupo criminoso liderado por Jackson Marinheiro, fraudava medições de metros cúbicos em materiais que os caminhões transportavam, fazendo com que a instituição municipal gastasse ainda mais dinheiro com empresas contratadas.

A conselheira de contas Nahlu Gouveia, será a relatora do processo que contém 3 volumes e 17 anexos.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários




Outras Notícias

Veja Também