Rio Branco, Acre,


Novo presidente da Assembleia Legislativa pretende cortar gastos e valorizar servidor

Nicolau diz, ainda, que durante sua gestão irá tentar aproximar a população de todo o estado do parlamento

O novo presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado estadual Nicolau Júnior (Progressistas), em entrevista ao ContilNet, falou dos desafios e responsabilidade que terá a frente do parlamento acreano. Segundo o deputado, o seu mandato será voltado para a valorização dos servidores públicos, para ética e transparência dos atos regimentais no parlamento acreano.

Nicolau, que foi eleito para o seu segundo mandato, disse que está tranquilo quanto a responsabilidade que terá no cargo, e que está preparado para o novo desafio.

“Serei um presidente democrático respeitando todos os deputados, pois tanto a oposição quanto a situação, são livres para o debate. Os servidores públicos desta casa devem ser respeitados e valorizados”, ressaltou.

Nicolau: “Nosso foco é deixar a casa ainda mais transparente”

O presidente frisou que um de seus objetivos é ajudar o governador Gladson Cameli, a frente do governo do estado, principalmente, na aprovação dos projetos que virão do Poder Executivo. “Estamos aqui para o bem da população e ajudar o governo a destravar os problemas que têm, diminuir a burocracia para que o possamos crescer e se desenvolver”, destacou.

Nicolau pontuou que estado do Acre não pode continuar dependendo de repasses do governo federal, por meio do Fundo de Participação dos Estados (FPE). “A bandeira é o agronegócio que foi um tema debatido nas eleições. Eu acho que estado tem que ter outras economias. Estamos vivendo uma crise, isso prejudica a todos, principalmente os serviços que devem ser prestados como saúde, segurança e educação, bem como, deve haver novos investimentos”, explicou.

Transparência

O parlamentar disse que durante sua gestão, buscará trabalhar com bastante transparência, não só nos gastos públicos, como também nos atos institucionais. “Assumi agora, tenho que ter um tempo para me organizar, porém, com certeza nosso foco é deixar a Casa ainda mais transparente”, garantiu.

Aproximação da população e a Assembleia Legislativa do Acre

Nicolau diz, ainda, que durante sua gestão irá tentar aproximar a população de todo o estado do parlamento, e que uma das medidas para isso pode ser a volta das sessões itinerantes nos municípios. “Vamos organizar o nosso ano, se der da gente fazer, faremos. Isso é uma excelente ideia, pois aproxima o povo carente, com isso, as reivindicações chegam ao governo”, indagou.

Diminuição de gastos públicos

Após a reforma administrativa proposta e aprovada pela legislatura passada, o presidente da Mesa Diretora da casa também irá anunciar um pacote de medidas que deverá diminuir gastos para adequar a Aleac à realidade imposta pela crise. “Precisamos cortar muita coisa para se adequar à realidade, até em solidariedade ao que vem sofrendo o governador”, declarou.

Relação com a oposição

Questionado sobre como será sua relação com os colegas parlamentares de oposição, como por exemplo, deputados do PT e PCdoB, Nicolau se mostrou aberto ao diálogo e principalmente, a liberdade de expressão. “Sou amigo de todos, a tribuna é livre e cada um tem sua ideologia, seu partido e lá, lógico, que cada um falará o que pensa. A gente tem que respeitar, pois o parlamento é democrático”, declarou.

Bibliografia de Nicolau Júnior

Nicolau Júnior tem 34 anos, é empresário, casado com a médica pediatra Isla Grace Mesisas, com quem tem uma filha, Liz, de um ano e seis meses . Ele é natural do município de Cruzeiro do Sul. Em 2015, assumiu o mandato como o parlamentar mais jovem daquela legislatura.

Em sua reeleição obteve mais de 7 mil votos. Logo após o resultado do pleito que elegeu Gladson Cameli, o nome do Progressista foi indicado como candidato à presidência da casa. Nas negociações obteve êxito e se elegeu presidente do parlamento com ampla maioria dos votos.

Durante o mandato passado, Júnior defendeu bastante na tribuna da Assembleia, a alternância de poder. Para ele, os 20 anos de gestão do PT estava ultrapassado.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Últimas Notícias

Recomendado para você