Rio Branco, Acre,





Alunos do Meta recebem certificado da Inglaterra após 100% de rendimento em inglês


Participaram do processo mais de 500 escolas particulares de todo o país

SAIMO MARTINS, DO CONTILNET

O Colégio Meta realizou na manhã desta sexta-feira (15) a entrega dos certificados emitidos pela Universidade de Cambridge, na Inglaterra, para 21 alunos com idades entre 13 e 14 anos que obtiveram nota máxima em uma das avaliações mais difíceis do mundo. Como prêmio, eles receberam, também, a oportunidade de viajar para qualquer país do mundo cuja população tenha o inglês como idioma oficial.

De acordo com o diretor da unidade, Humberto Miranda, a prova foi aplicada por meio do programa Positive English Solutions (PES), em novembro de 2018, e é dividida em três avaliações: oralidade, audição e escrita.

Evaristo de Luca e Humberto Miranda integram a diretoria do Meta/Foto: ContilNet

“Esse exame vem da Inglaterra, direto da universidade, lacrada, e só é aberto na hora da aplicação aos alunos. É uma prova toda no idioma inglês”, afirmou.

Entrega dos certificados ocorreu no Colégio/Foto: ContilNet

Miranda ressaltou ainda que participaram do processo mais de 500 escolas em todo o território nacional, e que apenas três obtiveram 100% de aprovação dos participantes. O Meta figurou na lista das instituições mais celebradas entre as escolas privadas do país.

“Os 21 alunos recebem o certificado internacional que dará a eles direito de viajar a qualquer país cujo idioma pátrio seja o inglês”, explicou.

Segundo ele, o certificado abre portas aos estudantes no futuro, dando a eles oportunidades de trabalhar e estudar no exterior. “Por exemplo, se hoje os pais se mudarem para os Estados Unidos, os alunos poderão estudar em qualquer escola. Isso é muito importante, pois eles participaram do processo”, acrescentou Humberto Miranda.

O diretor-geral da instituição, Evaristo de Luca, argumentou que o sucesso no exame resultou da coragem em acreditar no programa, o que ocorreu há cerca de quatro anos.

“Estou feliz pelo resultado alcançado, claro. São os primeiros alunos do estado do Acre a conseguirem um certificado de renome internacional, através da nossa parceria com o sistema Positivo”, comemorou.

Mariana Marques ‘tirou de letra’/Foto: ContilNet

Luca disse que o projeto dura nove anos, mas que os aluno do Colégio Meta puderam fazer a prova depois de quatro anos de estudo. “Com isso nós só temos a ganhar, graças a toda nossa equipe”, destacou.

Aluna do Meta, Mariana Camelo Marques contou que a principal dificuldade na avaliação foi o nervosismo – mas ainda assim afirmou ter gostado da prova. “O pessoal da universidade, no caso os professores, são muito bons e nos deram uma boa orientação”, assegurou.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também