Rio Branco, Acre,


Ator Dan Ferreira, de ‘Segundo Sol’, é internado em hospital de Salvador com Síndrome de Guillain-Barré

Segundo assessoria, ator foi internado após um mal estar, no dia 28 de fevereiro. Em nota, Hospital informou que ator apresenta boa resposta ao tratamento.

Ator Dan Ferreira, que fez a novela ‘Segundo Sol’, da TV Globo, foi diagnosticado com a Síndrome de Guillain-Barré. — Foto: Reprodução / Redes Sociais

O ator Dan Ferreira, que fez a novela “Segundo Sol”, da TV Globo, foi diagnosticado com a Síndrome de Guillain-Barré, após dar entrada no Hospital Cardio Pulmonar, em Salvador. A informação é da assessoria do ator, que mandou nota para o G1 nesta segunda-feira (4).

Segundo a nota, Dan se sentiu mal estar, acompanhado de fraqueza nas pernas, quando desembarcou em Salvador, no dia 28 de fevereiro. Por conta do quadro, o ator foi para o hospital, que fica no bairro de Ondina. O diagnóstico foi confirmado após exames realizados.

A nota ainda fala que Dan está na companhia de dois parentes, desde a entrada dele na Cardio Pulmonar. Entretanto, não informa o estado de saúde atual.

Em nota, o Hospital confirmou o diagnóstico, e informou que o ator apresenta boa resposta ao tratamento, com evolução clínica positiva.

Guillain-Barré

A Síndrome Guillain-Barré é uma doença neurológica que não tem causa definida, mas pode ser associada a doenças virais, como o Zika Vírus. A síndrome causa fraquezas ascendentes, paralisia flácida, mas a doença pode agravar até causar paralisia na musculatura respiratória e, com isso, o paciente necessita de suporte ventilatório para auxiliar na respiração.

Segundo dados do Ministério da Saúde, não existem dados epidemiológicos específicos da síndrome no Brasil, mas é a maior causa de paralisia flácida generalizada no mundo.

A maior parte dos pacientes percebe a doença através de sensação de parestesias, que são sensações cutâneas como frio, calor e formigamento, nas extremidades dos membros inferiores e, em seguida, superiores.

A paralisia flácida é caracterizada por fraqueza ascendente ou paralisia na redução do tônus muscular – contração miníma de músculo em repouso. De acordo com a a médica infectologista e diretora do Hospital Couto Maia, Ceuci Nunes, com o tratamento, a maior parte dos pacientes apresenta melhoras.

O diagnóstico inicialmente é clínico. Depois, o paciente passa pelo exame do líquor, quando o líquido da medula é retirado. O exame é semelhante ao utilizado para diagnóstico da meningite. Os pacientes com sintomas devem procurar as Unidades de Pronto Atendimento (UPA) e os postos de saúde. Nesses locais, será realizado o diagnóstico inicial e, em caso de suspeita da síndrome, o paciente será encaminhado para o Hospital Couto Maia.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up