Rio Branco, Acre,





Defensor do movimento antivacinas é internado com catapora


A vacina contra a catapora existe desde 1984. O próprio político deu a notícia por meio do Twitter

METRÓPOLIS

O político italiano Massimiliano Fedriga, uma das figuras mais conhecidas no país que prega a não vacinação de crianças e adultos, foi internado em um hospital da região de Friuli-Venezia Giulia com catapora. A vacina contra essa doença existe desde 1984.

A notícia da internação foi dada pelo próprio político por meio do Twitter. Na rede social, vários especialistas compartilharam o post com matérias sobre a importância da vacinação ainda quando criança. Massiliano tentou se defender, mas foi atacado novamente, segundo o jornal italiano La Vanguardia.

Em 2017, Massimiliano foi contra um decreto na Itália que estabelecia a vacina compulsória a todas as crianças que estivessem matriculadas em escolas. À época, ele disse que os próprios filhos foram vacinados, mas acreditava que isso não poderia ser forçado.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também