Rio Branco, Acre,

Professores protestam e governo explica: “Não é possível convocar todos de uma vez”

Segundo secretaria de Educação, levantamento do quadro de vagas ainda disponíveis só deverá estar concluído até o final desta semana

Mais um protesto em frente à Casa Civil do governo do Estado interrompeu o transito na Avenida Brasil por boa parte da manhã desta segunda-feira (18). Dessa vez, foram os professores que participaram do processo seletivo para vagas destinadas à rede pública de ensino que se dirigiram até a sede do Executivo estadual para reivindicar que sejam convocados para os postos de trabalho.

“Só queremos trabalhar e sabemos que existem vagas. Que estão faltando professores nas escolas”, disse Wellington Durans, um dos manifestantes.

Professores protestaram na manhã desta segunda/Foto; ContilNet

A assessoria de comunicação da Secretaria de Estado de Educação (SEE) informou que já foram convocados 2.860 professores, no começo deste mês março, e que há previsão de novas convocações ainda esta semana, mas que o levantamento do quadro de vagas ainda disponíveis só deverá estar concluído até o final desta semana.

“Ainda sairão novas convocações. Não podemos chamar todos de uma vez. Vamos chamando conforme as necessidades que constam no sistema da lotação. É com o andamento das lotações que vão sendo percebidas as demandas. E isso também depende das informações enviadas pelos gestores [de escolas] para a SEE”, explicou Érica Torres, assessora da SEE.

Ainda segundo ela, é preciso dar um prazo para que quem está sendo convocado compareça ao local onde está sendo lotado. “Só depois que esgota o prazo é que vamos percebendo as lacunas para daí poder fazer novas convocações”, acrescentou.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários