Rio Branco, Acre,





Vídeo mostra criança se emocionando ao descobrir que vai ganhar irmãozinho


Quando soube que o pedido do “tão sonhado irmão” seria realizado, o menino foi às lágrimas

LAMLID NOBRE, DO CONTILNET

O filho de sete anos de uma acreana que mora no interior de São Paulo, Luis Miguel, está emocionando a todos que o assistem na internet. Trata-se do momento em que a mãe, Poliana Meireles, lhe entrega uma carta contando a novidade da gravidez do segundo filho: o irmão caçula esperado e pedido pelo menino aos pais e em preces a Deus.

Casada há nove anos com o caminhoneiro Valdemar Ramos, ela gravou o vídeo para enviar ao marido que encontra-se em viagem a trabalho.

Luis Miguel tem 7 anos/Foto: Cedida ao ContilNet

“Aos seis anos, ele começou a pedir um irmão. Desde quando começou a pedir, ele queria um menino. E eu sempre falava que quando chegasse a hora certa, Deus ía preparar tudo e ele foi o primeiro a saber para me ajudar a contar para o pai e familiares. Tive a ideia de fazer o vídeo pois o pai estava viajando a trabalho, e eu não poderia guardar segredo até o retorno dele, seria injusto né?!”, disse Poliana.

Quando soube que o pedido do “tão sonhado irmão” seria realizado, o menino foi às lágrimas. “Eu senti muita emoção e não importa se é menino ou menina, mas se for menino eu vou poder jogar futebol com ele, que é minha coisa preferida. Pedi um irmão porque não gostava mais de ficar desenhando sozinho, nem brincando com meus bonecos sozinhos e comecei a pedir um irmão. Tava enjoado de fazer as coisas sozinho, queria trocar uma ideia.”, relatou o menino. E ainda garantiu: “Vou ajudar minha mãe a ensinar o bebê a falar e andar e também todas essas coisas que nós aprendemos”.

A mãe conta ainda que Luis Miguel é um menino um pouco tímido nos primeiros contatos, mas que depois que passou a frequentar o Clube de Escoteiros, há quase 6 meses, ficou um pouco mais desinibido. “Uma criança amorosa, emotiva, que agora sente saudades dos avós paternos, Luiz e Etelvina Ramos, que foram morar em outro estado. Mas que apesar disso, ainda tem em seu coração muito amor para oferecer à avô materna, dona Marta Meireles que mora conosco há quase 4 anos. Ele teve uma participação também muito especial em sua vida, quando ela foi diagnosticada com câncer de pulmão. Luiz Miguel com toda sua bondade e atenção na hora dos remédios queria dar-lhe na boca e ajudou ainda fazendo companhia para ela”, contou a mãe.

Poliana acrescentou que o segundo filho não foi planejado. “Foi Deus realizando o pedido do Luiz Miguel, pois até quando íamos na missa ele me falava que na hora do pedido, ele pedia pra Deus. Com certeza de uma fé inabalável, depois de todas as provações que passei com minha mãe e o apoio da família e amigos minha fé só renova a cada provação”, concluiu ela.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários




Outras Notícias

Veja Também