Rio Branco, Acre,


Com baixo estoque, Banco de Leite da maternidade Bárbara Heliodora pede doações

"O leite é ideal e adequado para que o bebe consiga sobreviver e tenha uma chance melhor de vida"

O Banco de Leite Humano da maternidade Bárbara Heliodora encontra-se com baixo estoque e por esse motivo, a coordenação da unidade está fazendo um chamamento público para que as mulheres que estejam amamentando entrem em contato com a equipe para doar o excedente.

“A nossa arrecadação é deficiente e não conseguimos atender toda a demanda. Aquelas mães que quiserem doar, podem entrar em contato com a gente 24 horas por dia que pegamos o endereço, a equipe faz a visita, fornece o kit para a coleta e a partir daí nós pedimos alguns exames para saber se a mãe pode ser uma doadora. Tornando-se apta, ela passa a ser doadora e passa a ajudar a salvar muitas vidas de bebês.”, explicou o coordenador do banco de leite, Hélio Pinto.

As interessadas em doar leite podem ligar gratuitamente para o número 0800 647 10 60/Foto: Reprodução

O Ministério da Saúde orienta a amamentação como principal fator de redução da mortalidade na infância e, por isso, incentiva as campanhas de coleta para garantir que hajam doadoras voluntárias suficientes para manter um volume de leite humano coletado em quantidade que possa ser distribuído aos recém-nascidos que não conseguem sugar, especialmente os prematuros e de baixo peso, ou ainda para atender os casos em que a mãe não consegue produzir o alimento para seu bebê.

“Tem mães que após o parto não consegue produzir imediatamente esse leite que é alimento indispensável e fator primordial para sobrevida dos bebês, principalmente os que nascem com problemas gastrointestinais. Então esse leite é ideal e adequado para que o bebe consiga sobreviver e tenha uma chance melhor de vida.”, reforçou Hélio Pinto.

Ele explicou também que o leite das doadoras é coletado em intervalos de 10 ou 15 dias, em frasco esterilizado cedido pela maternidade e que, antes de ser fornecido a outro bebê, o leite é pasteurizado para evitar infecções.

Hélio Pinto detalha ainda que todo auxílio é prestado às mães, tanto as doadoras que não conseguem fazer a ordenha (retirada de leite do seio), quanto àquelas que mesmo tendo leite não conseguem amamentar, assim como as que não tem leite.

As interessadas em doar leite podem ligar gratuitamente para o número 0800 647 10 60, 24 horas por dia, ou para 3224 1060  e uma equipe se deslocará até a residência para a coleta da doação. Ou, se a doadora preferir, pode ir direto até a maternidade, localizada na Avenida Getúlio Vargas, no Centro de Rio Branco, e fazer sua doação.

Influenciadoras do Acre fazem vídeo para apoiar a campanha

Um vídeo circula nas redes sociais no sentido de sensibilizar para as doações e estimular que as mães contribuam doando leite humano. A blogueira Sofia Brunetta aparece com sua filha Mariah, que segundo ela, precisou de doação de leite humano de outra pessoa, ao nascer.

Com dizeres como “Amamentar multiplica o amor” e “Doar leite é fácil é fácil e salva vidas”, a expectativa é que mais mulheres sejam incentivadas a contribuir.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias