Rio Branco, Acre,


Corpo de Bombeiros emite parecer sobre novo meandro do rio Juruá

Os meandros ou “furos” são caminhos naturais encontrados por cursos de água como o rio Juruá

O Corpo de Bombeiros Militar do Acre elaborou relatório de vistoria técnica sobre o novo meandro formado pelo rio Juruá na altura do município de Porto Walter e que estava preocupando a população e autoridades. Uma equipe foi montada pelo Corpo de Bombeiros a pedido do governador Gladson Cameli, que solicitou celeridade e acompanhamento periódico sobre a segurança da trafegabilidade das embarcações no local. O chamado “furo” do rio Juruá fica a três horas de distância de barco da cidade Cruzeiro do Sul, próximo à comunidade Lago Preto.

/Foto: Ascom

Para avaliar o local foi utilizado o profundímetro, equipamento que faz a aferição precisa da profundidade. A equipe constatou que na entrada do percurso do novo canal, na parte rasa, a profundidade é de 4,5 a 5 metros e na saída, uma profundidade de mais de sete metros, garantindo a segurança na navegação de embarcações de pequeno e médio portes, as mais comuns na região. A largura do canal é de aproximadamente 150 metros, segundo o relatório.

No documento consta também a informação de que o antigo meandro está bastante assoreado com profundidade média de um metro, comprometendo a navegação. Outros pontos do rio Juruá foram avaliados e constatada profundidade média de quatro metros.

“Vamos ficar fazendo o acompanhamento periódico do local, mas pelo que pudemos avaliar, não há problemas para as embarcações na questão da profundidade. Se fosse raso, a navegação poderia ser interrompida, mas não é o caso”, garante o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Velasquez.

Velasquez alerta, ainda, que é preciso ter cuidado quanto à velocidade da correnteza, por ser o Juruá um rio caudaloso, sendo preciso cautela na travessia para que os barcos não alaguem ou virem por causa da correnteza. “São os cuidados normais. Não é qualquer máquina que consegue passar. Por isso usam muito o batelão para navegar na região”.

Segundo o comandante duas embarcações carregadas de combustível (diesel) para abastecer a empresa que fornece energia para os municípios de Porto Walter e Marechal Thaumaturgo que aguardavam a avaliação técnica puderam prosseguir viagem.

Como se forma um meandro

Os meandros ou “furos” são caminhos naturais encontrados por cursos de água como o rio Juruá, conhecidos como rios de planície por não possuírem cachoeiras ou saltos facilitando a navegação. Com as muitas curvas, eles procuram caminhos mais fáceis para se acomodar e acabam formando esses furos sobre a terra criando novos cursos. O rio Juruá nasce no Peru e deságua no rio Solimões em um percurso aproximado de três mil quilômetros.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias