Rio Branco, Acre,





Jovem de 17 anos se recusa a namorar líder de facção e é executada com quatro tiros na cabeça


No local impera a lei do Silêncio: ninguém viu nada e não sabe de nada

REDAÇÃO CONTILNET

A jovem Kayra Vidal Lima, de 17 anos, foi violentamente morta na noite do domingo (7), no bairro Belo Jardim, em Rio Branco. Lima foi executada com quatro tiros na cabeça, um quinto tiro teria atingido sua mão.

Segundo informações repassadas por testemunhas, a vítima estava em casa quando cerca de quatro homens armados chegaram, entraram e a tiraram de dentro de casa e efetuaram os disparos. Logo em seguida os bandidos fugiram do local.

Kayra foi alvejada com cinco tiros, quatro deles na cabeça/Foto: reprodução

Assustados, vizinhos acionaram a Polícia Militar que ao chegar e constatar o óbito, chamaram o Instituto Médico Legal (IML) para a remoção do corpo.

Segundo a família, ela morava no Panorama – região rural- e foi morar com uma tia no Belo Jardim. Informações extraoficiais são de que ela estava recebendo ameaças de um líder de uma organização criminosa, por se negar a namorar com ele. Pessoas próximas acreditam que esta pode ser a motivação do crime.

Jovem tinha apenas 17 anos e recentemente tinha ido morar com a tia/Foto: reprodução

Testemunhas falaram que antes de chegar ao endereço da vítima, os criminosos ainda foram em uma casa vizinha procurando saber a onde Kayra morava. No local impera a lei do Silêncio: ninguém viu nada e não sabe de nada.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também