Rio Branco, Acre,





Lollapalooza é interrompido por chuvas e ameaças de raios na região


Portões estão fechados e público está impedido de sair ou entrar do Festival. Fãs se aglomeram do lado de fora.

G1

Público permanece na grama após riscos de raios no Lollapalooza 2019 — Foto: Diego Baravelli/G1

O Lollapalooza foi interrompido nesta tarde de sábado (6) após raios caírem na região. O festival acontece no Autódromo de Interlagos, na Zona Sul de São Paulo.

No momento, os portões estão fechados e o público está impedido de sair ou entrar do Festival. Fãs estão aglomerados do lado de fora.
Organização do festival já sinaliza saídas de emergência para uma “possível evacuação”.

Organização fecha os portões do Autódromo de Interlagos para o Lollapalooza 2019 — Foto: Bárbara Muniz Vieira/G1

A advogada Marcela Perret, 38, ficou mais de uma hora na fila. “Pagamos mais de R$ 1000 por dia e fomos informados que a entrada foi fechada por risco de raios. Pedi para falar com a organização para pedir meu dinheiro de volta, mas não consegui”, disse ela.

Shows parados

Rashid teve show no Lollapalooza interrompido por ameaça de raios — Foto: Fabio Tito/G1

O rapper Rashid fazia show no início da tarde e teve que abandonar o palco. Os equipamentos no palco principal estão todos cobertos por lona. O trio americano Lany e DJ Dubdogz também tiveram apresentações suspensas.

Um anúncio geral pediu para que o público se afastasse as estruturas metálicas.

Ao longo do autódromo, seguranças orientam público a permanecer na grama. Na área dos camarins dos artistas do festival, a produção pediu que todos saíssem das tendas localizadas nas partes mais altas do autódromo.

Os amigos Lui Spolador, Victor Tominaga, Leonardo Rati e Vitoria Kennedy foram ao Lollapalooza 2019 assistir ao show do Rashid — Foto: Rodrigo Ortega/G1

Vitoria Kennedy, 27, é fã do rapper e estava muito animada durante as duas primeiras músicas. A estudante de relações públicas disse que sabe que ele estava se preparando e empolgado por esse show. Lamentou também porque ele era um dos poucos rappers brasileiros nesta edição.

Ela e os amigos Lui Spolador, Victor Tominaga e Leonardo Rati tinham ido há um mês em um show do Rashid no CCSP (Centro Cultural de São Paulo). “Estávamos curtindo no festival porque a estrutura é maior e o som estava ótimo, oportunidade que nem sempre o Rashid tem, de tocar em um lugar assim”, disse Lui.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários




Outras Notícias

Veja Também