Rio Branco, Acre,





Vento forte em Santa Cruz de La Sierra danifica mastro e consulado fica sem a bandeira do Brasil


Atualmente, estima-se que residam na cidade mais populosa da Bolívia cerca de 30 mil estudantes brasileiros

LAMLID NOBRE, DO CONTILNET

De passagem pela cidade de Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, uma acreana precisou dirigir-se ao consulado brasileiro e estranhou o fato de deparar-se com o mastro sem a bandeira do Brasil. Ao indagar o motivo, foi informada de que a mesma teria sido danificada por ventos fortes que atingiram a cidade nos últimos dias e, então, desde a última quinta-feira (4), o símbolo máximo da representação brasileira foi retirado.

Segundo informações do Consulado, ventos fortes neste final de semana danificaram o mastro/Foto: ContilNet

Atualmente, estima-se que residam na cidade mais populosa da Bolívia (3,32 milhões de habitantes) cerca de 30 mil estudantes brasileiros. Localizada no centro do território geográfico boliviano, Santa Cruz de La Sierra é considerada a principal metrópole e o motor econômico do país.

Consulado do Brasil em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia/Foto: ContilNet

O que mais atrai estudantes brasileiros à Santa Cruz de La Sierra é a facilidade no ingresso às faculdades de medicina.

Uma licitação precisará ser feita para que o mastro seja consertado/Foto: ContilNet

A função do consulado é dar assistência aos cidadãos de sua Nação no país do exterior, diferente de Embaixada que lida com a relação entre os dois Estados, enquanto instituições.

O vice-consul Fábio Araújo informou que terá que fazer uma licitação para recuperar o mastro e hastear nova bandeira brasileira. Serão levantados três orçamentos, mas acredita que até, no máximo a próxima semana, o problema estará resolvido.

Consulado na cidade boliviana ficou sem sua maior identificação: bandeira acreana/Foto: ContilNet

As rajadas de vento, em Santa Cruz de La Sierra, nos últimos dias estiveram com velocidade de 15,64 km/hora, com previsão de aumentarem para 21 km/hora nos próximos dias, de acordo com o site ClimaTempo.

 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários




Outras Notícias

Veja Também