Rio Branco, Acre,


É verdade que o orçamento da UFRJ é igual ao da Universidade de Toronto?

Imagem compartilhada nas redes sociais compara o orçamento da Universidade Federal do Rio de Janeiro com o da Universidade de Toronto, que seria muito maior! Será verdade?

A tabela com dados comparativos começou a se espalhar nas redes sociais na primeira quinzena de maio de 2019 e revela que o orçamento da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) seria quase igual ao da Universidade de Toronto, no Canadá!

No dados que foram amplamente compartilhados também em grupos do WhatsApp, são mostrados que mesmo a UFRJ tendo a metade de alunos que a Universidade de Toronto e nenhum ganhador do prêmio Nobel (enquanto que a de Toronto, seguindo o texto, já teve 10), ambas tem um orçamento de pouco mais de R$ 4 bilhões!

Será que esses dados são reais?

Tabela espalhada nas redes sociais compara a UFRJ com a Universidade de Toronto, no Canadá! Esses dados estão corretos? (foto: reprodução/Facebook)

Verdade ou mentira?

1 – Alunos: 55 mil (UFRJ) X 90 mil (Universidade de Toronto)

Impreciso!

Começando pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, o número compartilhado (de 55 mil alunos) deve ter sido aquele copiado do Google. No entanto, esses dados estão defasados, visto que são de 2011:

Reprodução/Google

No final de 2017, a instituição contabilizava 70 mil alunos, conforme dados fornecidos pela própria UFRJ.

Sobre a Universidade de Toronto, dados atualizados mostram que a instituição atende a 90 mil alunos:

Reprodução/Universidade de Toronto

2 – Orçamento: R$4,1 bilhões (UFRJ) X R$ 4,2 bilhões (Universidade de Toronto)

Falso!

Em nota publicada em setembro de 2018, a Assessoria de Imprensa do Gabinete do Reitor da UFRJ explica que a instituição já vinha sofrendo uma redução progressiva em seu orçamento, desde 2014, como podemos ver nos números abaixo:

  • 2014 – R$ 434 milhões;
  • 2015 – R$ 457 milhões;
  • 2016 – R$ 461 milhões;
  • 2017 – R$ 421 milhões;
  • 2018 – R$ 388 milhões;

A reitoria também explicou que a folha de pagamento dos servidores ativos e inativos ultrapassa R$ 1 bilhão, mas é gerida diretamente pelo Tesouro Nacional e – por isso – não faz parte da conta do orçamento da UFRJ.

Nesse documento apresentado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em maio de 2019 são apresentados dados mais detalhados sobre o orçamento previsto para a universidade fluminense. Mesmo se somarmos a folha de pagamento dos servidores ativos e inativos, o valor não chega nem a 25% dos R$ 4,1 bi que se espalhou na web.

Nem mesmo os valores apresentados pelo Governo, através do Portal da Transparência, chegam ao valor de 4,1 bilhões mostrado na tabela compartilhada nas redes sociais.

Quanto à Universidade de Toronto, o orçamento de 2018 foi aprovado em U$2,5 bilhões, o que dáaproximadamente 1,85 bilhões de dólares americanos (cerca de 7,5 bilhões de reais, no câmbio do dia 18/05/2019).

3 – Servidores: 21 mil (UFRJ) X 21 mil (Universidade de Toronto)

Falso!

A Universidade Federal do Rio de Janeiro possui 9.383 servidores (desses, 3.900 são professores). A Universidade de Toronto possui 7 mil funcionários fixos mais 14 mil facultativos.

4 – Ranking mundial: 361º (UFRJ) X 28º (Universidade de Toronto)

Impreciso!

Como os dados que se espalharam nas redes sociais não menciona qual o rank utilizado, vamos nos basear em um dos mais conceituados do mundo: O World University Rankings.

De acordo com a lista de 2019, a Universidade de Toronto ficou em 21º lugar (contabilizando 72 mil alunos).

Quanto à UFRJ, a situação – segundo o World University Rankings – é muito pior do que se espalhou por aí. A Universidade Federal do Rio de Janeiro está numa colocação entre as 600 e 800 melhores universidades do mundo!

5 – Ganhadores do Prêmio Nobel: 0 (UFRJ) X 10 (Universidade de Toronto)

Verdade!

Até hoje, nenhum brasileiro foi laureado com o Prêmio Nobel (na verdade, apenas Peter Brian Medawar ganhou o Nobel de Medicina em 1960, mas ele foi morar ainda criança com seus pais na Inglaterra). Quanto à Universidade de Toronto, 8 de seus ex-alunos e 2 de seus ex-professores foram laureados com o Nobel:

  • Frederick Banting (ex-aluno e ex-professor) – Prêmio Nobel de Fisiologia ou Medicina , 1923
  • John James Richard Macleod (ex-professor) – Prêmio Nobel de Fisiologia ou Medicina , 1923
  • William Faulkner (Escola de Aeronáutica, 1918) – Prêmio Nobel de Literatura , 1949
  • Lester B. Pearson (ex-aluno e ex-professor) – Prêmio Nobel da Paz de 1957
  • Arthur Leonard Schawlow (ex-aluno) – Prêmio Nobel de Física , 1981
  • John Charles Polanyi (faculdade) – Prêmio Nobel de Química , 1986
  • Bertram Brockhouse (ex-aluno) – Prêmio Nobel de Física , 1994
  • Walter Kohn (ex-aluno) – Prêmio Nobel de Química , 1998
  • James Orbinski (ex-aluno e corpo docente) – Prêmio Nobel da Paz de 1999
  • Oliver Smithies (ex-professor) – Prêmio Nobel de Fisiologia ou Medicina , 2007

Conclusão

O texto comparativo entre a Universidade Federal do Rio de Janeiro e a Universidade de Toronto mistura dados reais com distorções para dar a entender que o Brasil está gastando muito mais que o exterior com a Educação. A tabela mais próxima da situação real de ambas universidades é essa abaixo:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias