Rio Branco, Acre,


Em evento de 103 anos da PM, Gladson Cameli anuncia reforma em Quartel Geral

A história da PMAC começa em maio de 1916, com o surgimento das Companhias Regionais

Como parte do calendário de atividades de aniversário da corporação, o Comando da Polícia Militar do Acre (PMAC) realizou na tarde desta sexta-feira, 24, formatura em alusão aos seus 103 anos de aniversário. O evento ocorreu no pátio externo do Quartel do Comando Geral (QCG).

O governador Gladson Cameli ressaltou o respeito e a admiração que tem pela corporação e que não tem medido esforços para valorizar os seus integrantes, de modo que tenham as melhores condições de trabalho possíveis.

Governador Gladson Cameli homenageia policial militar da reserva remunerada, em cerimônia que marca os 103 anos da corporação/Foto: Diego Gurgel/Secom

“Nestes cinco meses, tenho procurado me aproximar ainda mais das polícias para resolvermos os problemas”, disse Cameli, anunciando em primeira mão que segunda-feira assinará a ordem de serviços para revitalizar o QCG.

“Já nesta segunda-feira, vamos assinar a ordem de serviços, por entendermos que aqui está o ´’coração’ da nossa Polícia Militar”, pontuou o governador.

Para o comandante-geral da PMAC, coronel Ezequiel Bino, a data é de suma importância para tropa, como também para a sociedade acreana; pois, em tempos passados, os militares que prestavam serviço à corporação, quando de folga, ajudavam na construção de prédios e ruas da capital, além de realizarem a manutenção da ordem pública. Fatos esses que demonstram o envolvimento histórico entre o estado e a PM.

Evento da PM/Foto: Diego Gurgel

“Somos muito além da nossa essência, que é a de realizar o policiamento ostensivo e preventivo. Realizamos atividades que envolvem desde a educação básica, a exemplo do que se é feito no colégio militar Tiradentes, a atividades preventivas junto às crianças e aos adolescentes, como a realizada pelo Proerd. Isso sem mencionar o importante trabalho feito lá atrás, quando os nossos militares auxiliavam na construção desta cidade! Hoje é um dia especial e devemos, sim, celebrar. Parabéns a todos nós, policiais militares do Acre”, ressaltou o comandante.

O momento também marcou a entrega de homenagens a membros da Polícia Militar, como os policiais que estão indo para reserva remunerada (aposentadoria), além da condecoração das medalhas da ordem do mérito Luiz Galvez e Plácido de Castro, a civis e a militares.

/Foto: Diego Gurgel

A cerimônia contou também com a presença do presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Acre, desembargador Francisco Djalma, da procuradora-geral de Justiça do Ministério Público do Estado do Acre, Kátia Rejane de Araújo, e do secretário de Justiça e Segurança Pública, coronel Paulo Cézar Rocha dos Santos, além de outras autoridades civis e militares.

Gloriosa: 103 Anos de história

A história da PMAC começa em maio de 1916, com o surgimento das Companhias Regionais, consideradas como o embrião da instituição militar estadual. Sua estrutura organizacional modificou-se de acordo com o desenvolvimento administrativo do Acre.

/Foto: Diego Gurgel

Após a unificação dos Departamentos, em 1º de janeiro de 1921, as Companhias Regionais foram extintas. Em seu lugar, foi criada a Força Policial do Território Federal do Acre.

Em 30 de junho de 1934, a Força Policial do Território Federal deu lugar à Polícia Militar do Território Federal do Acre. Essa denominação perdurou até 6 de setembro de 1945, quando foi criada a Guarda Territorial do Acre. E com a promulgação da primeira Constituição Acreana, em 1º de maio de 1963, o nome da corporação passou a ser Polícia Militar do Estado do Acre.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias