Rio Branco, Acre,


Em Rondônia, governo do Acre se reúne com presidente da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-China

Eles apresentaram a nova proposta de desenvolvimento defendida pelo governador Gladson Cameli

No encerramento do primeiro dia da Rondônia Rural Show, 22, representantes do governo do Acre aproveitaram as oportunidades da maior feira de agronegócios da região Norte para se reunirem com o presidente da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-China, Charles Tang.

Presente no evento para estreitar as relações comerciais na região, Tang é um conhecido defensor de que o Brasil reúne condições para aprimorar ainda mais suas relações comerciais com a China. Ele destacou que o superávit do Brasil no comércio chinês foi de 29 bilhões de dólares só no ano passado, enquanto o país asiático pretende investir mais de 250 bilhões de dólares em toda a América Latina nos próximos anos.

Charles Tang contou como conseguiu levar investimentos de R$ 3 bilhões/Foto: Ascom

O encontro com Tang no estande do Acre montado na feira contou com a presença dos secretários de Produção e Agronegócio, Paulo Wadt, o de Indústria, Ciência e Tecnologia, Anderson Abreu.

Eles apresentaram a nova proposta de desenvolvimento defendida pelo governador Gladson Cameli, garantindo estabilidade jurídica e resolução de entraves comerciais para investimentos estrangeiros no Acre, além de pontos estratégicos como a estrada que liga o Brasil aos portos do Pacífico pelo estado e a ZPE que possui 130 hectares de parque prontos para instalação de indústrias.

Os secretários encerraram o encontro convidando Tang para uma visita ao estado/Foto: Ascom

“Estamos abertos para ouvir propostas e o Estado está pronto para fazer o que for necessário para garantir investimentos que tragam desenvolvimento com geração de emprego e renda para o Acre”, destacou Paulo Wadt.

Charles Tang contou como conseguiu levar investimentos de R$ 3 bilhões a uma cidade de apenas 60 mil habitantes no interior do Mato Grosso, revelando principalmente o processo de divulgação das vantagens da região.

“Para investir no Acre, precisamos saber o que o Acre tem a oferecer para os investidores e esse processo é essencial”, conta.

Os secretários encerraram o encontro convidando Tang para uma visita ao estado, organizando uma agenda para conhecer pessoalmente as potencialidades da região.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias