Rio Branco, Acre,


O governo do japão proibiu o uso de microondas em todo o país?

É verdade que o governo japonês decidiu se livrar de todos os fornos de microondas do país até antes do final do ano?

A notícia surgiu nas redes sociais no final da primeira quinzena de maio de 2019 e se espalhou rapidamente também nos grupos do WhatsApp. De acordo com o texto, o governo japonês teria decidido se livrar de todos os fornos de microondas do país antes do final do ano após uma pesquisa feita pela Universidade de Hiroshima ter descoberto que esses aparelhos estariam gerando ondas radioativas maléficas ao organismo!

Será que isso é verdade ou mentira?

Uma das versões que circulam pelo WhatsApp: “O governo japonês decidiu se livrar de todos os fornos de microondas do país antes do final do ano. Todos os cidadãos e organizações que não cumpram este requisito enfrentam penas de prisão de 5 a 15 anos, dependendo da gravidade do crime. A razão para a proibição de microondas na terra do sol nascente é uma pesquisa realizada por cientistas da Universidade de Hiroshima, que descobriu que as ondas radioativas causaram mais danos à saúde dos cidadãos durante os 20 anos com o uso do forno de microondas que o bombardeamento nuclear de aviões americanos em setembro de 1945. De acordo com os resultados dos especialistas, os alimentos aquecidos em um forno de microondas apresentam vibrações adversas, em desacordo com os ritmos universais. Todos os principais fabricantes de fornos de microondas no Japão já fecharam suas instalações de fabricação. Em 2021, a fabricação de fornos de microondas será anunciada na Coréia do Sul. A China planeja abandonar esse tipo de tecnologia em 2023. Envie para as pessoas que você ama. Faça isso, porque bondade não custa nada …” (foto: Reprodução/Facebook)

Verdade ou mentira?

Logo no primeiro parágrafo, temos:

“O governo japonês decidiu se livrar de todos os fornos de microondas do país antes do final do ano.”

Não encontramos nenhuma publicação oficial a respeito. Uma busca no site do Ministério do Ministério da Saúde, Trabalho e Assistência Social do governo japonês sobre “forno de microondas” não retorna nenhum resultado sobre essa proibição. Além disso, o texto compartilhado não diz qual seria o ano. Dessa forma, o assunto poderá voltar nos anos seguintes e quem ler poderá achar que se trata de algo recente e, com isso, as chances do alerta ser compartilhado aumentam.

No próximo parágrafo, o texto explica o motivo da suposta proibição:

“[…]uma pesquisa realizada por cientistas da Universidade de Hiroshima, que descobriu que as ondas radioativas causaram mais danos à saúde[…]”

Fizemos buscas no site da Universidade de Hiroshima, em inglês e em japonês e não encontramos nenhuma pesquisa envolvendo ondas radioativas emanadas de fornos de micro-ondas.

Prosseguindo no texto, o autor afirma que:

“[…]os alimentos aquecidos em um forno de microondas apresentam vibrações adversas, em desacordo com os ritmos universais […]”

No trecho acima podemos notar que trata-se de uma brincadeira, pois é isso mesmo que o alerta é: Uma brincadeira!

Origens

Tudo começou, na verdade, com uma publicação no site humorístico russo Panorama. No dia 03 de março de 2019, o Panorama – que deixa bem claro ser um site humorístico – postou a notícia fictícia, mas muita gente acabou espalhando a história como se fosse verdade!

Conclusão

A notícia afirmando que o Japão proibiu o uso de micro-ondas no país é falsa e surgiu em um site humorístico russo!

 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias