Rio Branco, Acre,





Casa de Apoio Amigos do Peito recebe ação social de alunos de faculdade particular da Capital


No local, são acolhidas pessoas portadoras de câncer vindos de outros municípios

LAMLID NOBRE, DO CONTILNET

Estudantes de uma faculdade em Rio Branco realizaram uma ação social na Associação Amigos do Peito (AAPEI),  no último domingo (23). No local, são acolhidas pessoas portadoras de câncer vindas de outros municípios do Acre, da Zona Rural e até mesmo de estados vizinhos para tratamento, na Capital.

Estudantes junto com os participantes do evento./Foto: Cedida

A atividade iniciou com um café da manhã oferecido pelos estudantes às famílias hospedadas na Casa de Apoio. Houve a participação da banda da Polícia Militar do Acre e depois a distribuição de cestas básicas e materiais de limpeza.

Banda da Polícia Militar do Acre participou da ação./Foto: Cedida

“Nós investigamos as necessidades deles e levamos o que conseguimos arrecadar. Foi realizada uma palestra sobre os direitos das pessoas com câncer e, assim pudemos, desenvolver habilidades práticas obtidas no curso de Direito”, explicou um dos acadêmicos, Romário Silva, que explicou o fato da ação ter sido promovida pelo coordenador do curso, Emerson Costa, como extensão da disciplina de Introdução ao Estudo do Direito.

Foram doados diversos donativos./Foto: Cedida

Além dos alimentos e outros donativos, houve um momento ecumênico e os estudantes levaram cartas para serem lidas e entregues às pessoas atendidas na Casa de Apoio. Também realizaram corte de cabelo e atividades recreativas.

Farto café da manhã preparado pelos alunos./Foto: Cedida

Sobre a Associação Amigos do Peito

A Associação Amigos do Peito é uma entidade sem fins lucrativos, apartidária, tem como objetivo prestar informações, serviços de apoio e assistência social às pessoas portadoras de qualquer tipo de câncer, sem distinção de credo, raça e cor.

Os pacientes e acompanhantes recebem quatro refeições diárias, sendo atendidas as necessidades de cada um, conforme o caso e ainda, são acompanhados nas consultas, exames, e outras necessidades, com o propósito de elevar a autoestima e manter a dignidade da pessoas em tratamento de câncer. As atividades e cuidados também são desenvolvidos por voluntário diariamente, tais como: momentos de lazer, reflexões evangélicas, atividades de instrução e ocupacionais.

A capacidade de abrigo na Casa de Apoio é de até 30 pessoas no seu total, de forma gratuita e podem permanecer pelo período necessário ao tratamento. Além dos pacientes que ficam hospedados, a AAPEI também dá suporte àqueles  que estão em casas de parentes ou amigos.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também