Rio Branco, Acre,





Gestão Participativa: prefeitura inicia reuniões com lideranças comunitárias do 2º Distrito da Capital


Uma das etapas é apresentar as ruas que constam no levantamento realizado pela secretaria de Infraestrutura e Mobilidade Urban

ASCOM PMRB

A Prefeitura de Rio Branco tem reunido com lideranças comunitárias das regionais que constitui a capital. O secretário da Casa Civil, Márcio Oliveira, o diretor de obras da secretaria de Infraestrutura e Mobilidade Urbana (Seinfra), Francildo Chaves, o secretário de Zeladoria da Cidade, Kellyton Carvalho, o diretor de Iluminação Pública, Wilton Marques e a equipe de articulação comunitária receberam os presidentes de bairros que compõe a Regional 6 de Agosto, na tarde desta segunda-feira, 17.

“Dentro do calendário alinhado entre a prefeita Socorro Neri e lideranças comunitárias, foi a oitava reunião, a primeira com as regionais do 2° Distrito, e a programação se estende até a próxima quarta-feira”, explicou, o secretário Márcio Oliveira. Além de receber intervenções da Operação Verão, a Regional 6 de Agosto está com mais de R$ 6,7 milhões de recursos garantidos para obras que se encontram seja em fase de projeto, licitação ou em execução.

Os representantes da Federação das Associações de Moradores do Acre (Famac), da União Municipal das Associações de Moradores de Rio Branco (Umarb) e da Confederação Nacional das Associações de Moradores – Acre (Conam/AC) também participam das reuniões.

“Na reunião, uma das etapas é apresentar as ruas que constam no levantamento realizado pela secretaria de Infraestrutura e Mobilidade Urbana, logo depois cada presidente coloca as prioridades para intervenção das equipes de tapa buracos. O retorno das lideranças tem sido positivo”, contou o diretor de articulação comunitária, Ailton Castro.

O José Pereira, mais conhecido como Pereirinha, presidente do bairro 6 de Agosto enfatizou que “enquanto presidente de bairro somos muito cobrados pela população e essa reunião foi muito importante porque podemos colocar as necessidades dos nossos bairros”. Para Ângela Maria Ribeiro, presidente do Loteamento Alzira Cruz, “esse diálogo aberto é uma parceria ótima, pois muitas vezes procurei a gestão, e a prefeita, e fui muito bem atendida. A gente tem que compreender que devido as crises há etapas até a melhoria chegar ao bairro”, pontuou.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também