Rio Branco, Acre,


Gladson manda recado duro para Mara Rocha e tira Segurança Pública das mãos do vice-governador

"Acabou o Gladson bonzinho, não vou abrir mão da minha autoridade para agradar ninguém”, disse o governador

Bateu colocado

O governador Gladson Cameli vem suportando calado todas as críticas e ‘beicinhos virados’ de aliados que se dizem insatisfeitos com seu governo. Mas neste domingo (23) ele rompeu o silêncio após um anúncio feito pela deputada federal Mara Rocha (PSDB) de que iria deixar a base aliada de seu governo, na Câmara Federal, porque ele não demitiu o secretaria de Agricultura e Agronegócio, Paulo Wath.

Após uma conversar com o jornalista Luís Carlos Moreira Jorge, do site AC24horas, Gladson deixou a seguinte mensagem para Mara: “Posso lhe adiantar que não vou demitir o Paulo, não aceito nenhuma pressão e ela pode tomar o caminho político que quiser. Acabou o Gladson bonzinho, não vou abrir mão da minha autoridade para agradar ninguém”, destacou.

Cameli: “Acabou o Gladson bonzinho”/Foto: reprodução

Cameli disse, ainda que nesta segunda-feira vai conversar com o secretário de Segurança, Paulo César e dizer que a partir de agora todas as decisões da pasta passarão por ele.

“Não tenho nada do que reclamar do vice-governador Major Rocha, me respeita, mas como a deputada Mara Rocha me disse que o PSDB não tem a Segurança como cota do partido, mesmo o Major Rocha tendo recebido carta-branca para comandar o setor, tudo da pasta agora passará pelo meu gabinete, a Segurança será da minha cota pessoal”, disse Gladson a Moreira Jorge.

Semana agitada

A segunda-feira será agitada para o governador Gladson Cameli. Uma embiricica de deputados de sua base de apoio na Assembleia Legislativa, aguardam o governador para ‘conversar’.

Bocudos

O feio é ver deputados que já abocanharam pedaços grande do bolo e ainda continuam de boca arreganhada a espera de mais.

Que é isso, Mara?

Agora vem a deputada Mara Rocha dizer que ‘rachou’ com o governo de Gladson por conta da não demissão do Paulo Wath da secretaria de agricultura e agronegócio. Ora, o PSDB é o partido que mais lucrou com a eleição de Cameli.

É só abrir a boca

Nunca um vice-governador teve tanto poder e foi tão paparicado por um governador, como Rocha é por Gladson. Tem tudo o que quer. É só abrir a boca.

Rocha é o líder

Rocha, de sua parte, vem demonstrando uma boa relação com Gladson. Até agora não deu uma arranhada no número 1 do Palácio Rio Branco. Mas o que ninguém entendeu foi essa crise de rebeldia da deputada Mara Rocha, que tem o irmão como orientador e líder.

Carrapatos

Gladson Cameli tem suportado, também, a gana por cargos de lideranças sem mandatos, que não largam da sua cola. São pior que carrapato. Quando não são atendidos, se danam a postar críticas ao seu governo nas redes sociais. O pior de tudo é que muitos desses mamadores, acabam ganhando uma tetinha.

Certíssima

A prefeita Socorro Neri que faz certo ao sair fora do debate sobre as eleições do próximo ano. Ela continua concentrada, principalmente, no serviço de recuperação das ruas de Rio Branco. Quem anda no centro e em vários bairros da Capital percebe a melhora em muitas ruas que antes eram só buracos.

Está andando

Quem voltou a cena política foi a publicitária Charlene Lima. Ela tem andando bastante em Rio Branco e Sena Madureira. Aliada ao deputado Ghelen Diniz e a ex-prefeita Toinha Vieira, Charlene pavimenta o caminho de volta à política já em 2020.

Tensão no Iaco

Em Sena Madureira o clima das próximas eleições será de grande tensão. De um lado o grupo de Ghelen Diniz, que deverá ter quase todas as forças políticas ao seu lado. Do outro, o prefeito Mazinho Serafim, que não terá maioria das lideranças do Iaco ao seu lado, mas deverá ir para a disputa montado na terceira maior prefeitura do estado.

Liderança comprovada

No Alto Acre, quem está cada dia melhor é a prefeita Fernanda Hassem (PT). Até lideranças de partidos aliados ao governo de Gladson Cameli reconhecem que não será fácil entrar numa disputa contra ela.

De olho nela

Fernanda, além de estar realizando um bom trabalho, tem uma boa relação com o governador Gladson Cameli, que não esconde sua vontade de ter a petista filiada em seu partido, o Progressistas.

Romance político

Aliados de Fernanda de do governador não descartam a ida da prefeita de Brasileia para o partido de Gladson. “O clima entre eles é de romance político. É um ‘namoro’ que pode exultar em casamento”, diz um assessor de Cameli que pediu sigilo a sua identidade.

Prefeito esgalamido

Não sei como o Ministério Público ainda não desconfiou de um prefeito que está chupando até o tutano de uma prefeitura do interior. O cara é tão esgalamido que exige até os centavos dos ‘acertos’ que faz com donos de empresas.

Sem medo

Pior é que quando questionado, se não tem medo de uma investigação do Ministério Público, ele bate no peito e diz ter gente ‘grande’ lhe protegendo. É por essas e outras que maioria das cidades acreanas estão se acabando em buracos e a população morrendo à míngua.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Últimas Notícias

Recomendado para você