Rio Branco, Acre,





Governo e sindicatos da Educação abrem diálogo para discutir melhorias na pasta


Administração do governador Gladson Cameli reafirma compromisso com trabalhadores em Educação

SECOM

O Governo do Estado do Acre recebeu, nesta quarta-feira, 19, os três sindicatos dos trabalhadores em Educação. Na pauta, a abertura de um diálogo para atender a reivindicações das categorias, tanto no âmbito financeiro quanto no administrativo, beneficiando todos os professores e servidores técnicos da pasta.

A Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes do Acre tem hoje pelo menos 16 mil servidores.

Grupo de trabalho é criado para construir pautas que contemplem toda a categoria/Foto: ascom

Entre os temas principais deste primeiro encontro estiveram a equiparação do piso salarial para os professores do magistério, que hoje é de R$ 2.877,00 em nível nacional, além da partilha de R$ 30 milhões em recursos, que hoje são destinados ao pagamento da Valorização de Desempenho Profissional, a VDP, para complementar um reajuste salarial que seja uniforme a todos os servidores. Há ainda a proposta de destinar 30% dos recursos da VDP para o pagamento da regência em sala de aula.

Segundo Alysson Bestene, secretário de Estado de Relações Políticas e Institucionais, o governo do estado estará sensível às reivindicações, “com muita transparência, respeitando a categoria e com dedicação às pautas” levantadas pelos representantes sindicais.

“A partir de hoje estaremos construindo em conjunto com os sindicatos, um grupo de trabalho para estudarmos as propostas que demandam mais tempo, sobretudo aquelas que dão impacto financeiro, já pensando no Orçamento do ano que vem. Claro, que tudo transcorrerá dentro do diálogo, da transparência e do respeito por cada profissional”, ressaltou Bestene, após ouvir todos os sindicalistas.

Ficou acertado, por exemplo, que em 15 dias um novo encontro servirá para que o estado apresente um balanço de contas para que os trabalhadores saibam o que é possível executar no curto, no médio e no longo prazo.

“Entendemos que o governo é novo e que sua equipe está disposta a fazer o melhor por nossos trabalhadores. Por isso, essas discussões devem começar agora. Estamos muito agradecidos à equipe do governo por essa abertura de diálogo”, pontuou a presidente do Sindicato dos Professores do Estado do Acre, Alcilene Gurgel.

Também participaram desta primeira reunião a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre, Rosana Nascimento, a presidente do Sindicato dos Trabalhadores Técnicos-administrativos da Educação, Antônia Sousa, o deputado Daniel Zen, membro da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa do Estado do Acre, além de Paulo Silva, representante da Secretaria de Planejamento e Gestão Administrativa, Nelson Sales e Jairo Carvalho, diretores da Secretaria de Relações Políticas e Institucionais, e uma representante da Secretaria de Educação.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também