Rio Branco, Acre,





Morte de Dom Moacyr causa comoção entre acreanos; governo e prefeitura emitem nota de pesar


Moacir foi Bispo da Diocese de Rio Branco por 26 anos

REDAÇÃO CONTILNET

Com a morte do Arcebispo Dom Moacyr Grechi, a comoção foi grande nas redes sociais, milhares de fiéis católicos lamentaram a morte dele que foi Bispo no Acre durante 26 anos e cativou os acreanos.

Veja: Morre Dom Moacyr Grechi, aos 83 anos de idade, em Porto Velho

O governo do Estado e a prefeita de Rio Branco, Socorro Neri emitiram notas lamentando o ocorrido.

Bispo morreu no início da noite de segunda-feira/Foto: reprodução

Leia também: Dom Moacyr Grechi é velado na Catedral de Porto Velho por amigos e religiosos

Veja abaixo as duas notas:

A prefeita Socorro Neri e sua equipe manifestam profundo pesar pelo falecimento do Bispo da Arquidiocese de Porto Velho – Rondônia, Dom Moacyr Grechi, aos 83 anos de idade, ocorrido nesta segunda-feira (17), na capital rondoniense.

Líder religioso muito querido dos acreanos, antes de ser destacado para a capital rondoniense, Dom Moacyr, foi bispo da Diocese de Rio Branco, de 17 de julho de 1972 a 29 de julho de 1998, período em que trabalhou junto às populações tradicionais, na defesa dos direitos dos indígenas, dos seringueiros e dos trabalhadores rurais.
Foi um dos criadores do Conselho Indigenista Missionário (CIMI) e da Comissão Pastoral da Terra, entidade que presidiu por oito anos.
A sociedade, especialmente os povos da Amazônia, perdem um de seus mais importantes líderes religiosos, reconhecido por seu incansável trabalho na defesa de causas humanitárias e dos direitos humanos. 
Nossos sinceros sentimentos a família, às lideranças religiosas e aos amigos.
Socorro Neri
Prefeita de Rio Branco 

Nota de Pesar
 
O governo do Estado do Acre manifesta o mais profundo pesar pelo falecimento do arcebispo emérito da Diocese de Porto Velho (RO), Dom Moacyr Grechi, ocorrido na noite desta segunda-feira, 17, em Porto Velho.

Dom Moacyr morreu aos 83 anos, na UTI do Hospital 9 de Julho, após sofrer duas paradas cardiorrespiratórias.

Ordenado sacerdote em 1961, antes de se tornar arcebispo de Porto Velho, Dom Moacyr foi escolhido pelo Papa Paulo VI para ser Bispo de Rio Branco, onde atuou por 26 anos.
No Acre, a luta em defesa das minorias foi seu maior legado.

Pelos relevantes serviços prestados, tornou-se querido, e até hoje lembrado como o bispo dos acreanos.

Consternados, nos solidarizamos aos familiares, amigos e, em especial à comunidade católica, pela inestimável perda.

Gladson Cameli
Governador do Estado do Acre.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também