Rio Branco, Acre,

Na ponta do lápis: Galo precisa de rendimento de líder no returno para conseguir fugir da degola

O time terminou turno como lanterna do grupo B da série C

Entre os 10 times que disputam o grupo B da série C do Brasileirão, o Galo terminou o turno com a pior campanha. Foram 9 jogos e apenas 7 pontos somados, sendo 1 vitória, 4 derrotas e 4 empates. Pra permanecer na série C no ano que vem e não ser rebaixado, o técnico Álvaro Miguéis precisa da ajuda da matemática, e claro, dos jogadores.

O Atlético terminou o turno com apenas 25,9% de aproveitamento e para se garantir na série C do ano que vem, precisa melhorar e muito esse rendimento. Para se ter uma ideia, em 2018, primeiro ano do Galo na série C, quando fez uma ótima campanha e terminou em segundo lugar no grupo A, o time somou 30 pontos. Já o primeiro time fora da zona de rebaixamento foi o ABC de Natal, que conseguiu fazer 21 pontos e terminou em 8º lugar do grupo naquele ano.

Atlético Acreano/Foto: Manoel Façanha

No outro grupo, o B, quem ficou em 8º lugar e se livrou do rebaixamento foi o Volta Redonda, que fez 20 pontos. Se neste ano a situação for parecida com a do ano passado, o Atlético precisa somar ao menos mais 14 pontos pra garantir a permanência, o que significa 4 vitórias e mais 2 empates nos 9 jogos que restam, um feito difícil pra quem terminou o turno na lanterna.

Para fugir da degola, o rendimento precisa ser de líder, muito próximo ao que o Juventude fez até agora. Nos jogos de ida foram 4 vitórias, 3 empates e 2 derrotas, somando 15 pontos e terminando em primeiro lugar.

Se o Galo tiver pensando grande e quiser passar para a próxima fase, precisa de algo ainda mais improvável. Se baseando no ano passado, o clube precisa somar pelo menos mais 19 pontos, para chegar aos mesmos 26 pontos que o Botafogo-PB conseguiu para se classificar em 4º lugar no grupo A.

Já no grupo B a situação foi mais complicada e o Bragantino, 4º colocado, precisou somar 29 pontos para passar para a próxima fase. Ou seja, levando em consideração os 26 pontos, seriam necessárias 6 vitórias e 1 empate, onde conquistaria 19 pontos que somados aos atuais 7 pontos, chegaria nos 26. Já no segundo cenário, o do grupo B de 2018, o Galo precisa de mais 22 pontos, para chegar aos 29 que o Bragantino fez, ou seja, 7 vitórias e 1 empate.

Agora é ir pra ponta do lápis e esperar que o returno seja melhor para o Atlético. A próxima partida do Galo Carijó está marcada para o domingo (30), contra o Volta Redona, do Rio de Janeiro, na Arena da Floresta. A previsão de início da partida é às 19h.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários