Rio Branco, Acre,





No aniversário do Acre, governo realiza troca da bandeira e entrega de medalhas


A solenidade contou com diversas autoridades do governo

SAIMO MARTINS, DO CONTILNET

O Acre celebra neste sábado (15), o aniversário de 57 anos de elevação a estado. Antes território, o Acre foi elevado à condição em 1962, quando a lei 4.070 foi sancionada.

A solenidade contou com diversas autoridades do governo, como o secretário de relações institucionais, Alysson Bestene, a secretária de comunicação, Silvania Pinheiro, secretária de planejamento, Maria Alice, o diretor do Deracre, Ítalo César, e a deputada Juliana Rodrigues (PRB), além da primeira dama Ana Paula Cameli e o governador Gladson Cameli (Progressistas).

O evento aconteceu neste sábado/Foto: ContilNet

Como parte da celebração, o governo realizou a partir das 16h, na Gameleira, a tradicional troca de bandeira e também a entrega de medalhas da Ordem da Estrela do Acre. Houve também o canto do hino acreano e de Cruzeiro do Sul, pelos alunos do Instituto Socioeducativo do Estado do Acre.

Gladson ao lado do filho/Foto: ContilNet

Abrindo as celebrações, haverá o tradicional desfile cívico-militar com a Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e alunos dos colégios militares Tiradentes e Dom Pedro II.

De acordo com o estudante do Colégio Militar Tiradentes, Madson Ferreira, comemorar o aniversário do estado é importante, pois mostra o esforço que houve para que o Acre se tornasse parte do país. “Espero poder comemorar muito mais aniversários”, explicou.

Várias autoridades participaram do ato/Foto: ContilNet

Já o morador da Gameleira, João Caetano, 60 anos, a história do Acre se confunde com a do Brasil. “Em ambas as histórias houve sofrimento, por isso, comemoro”, declarou.

O aumento populacional do Acre tem sido significativo – em menos de 70 anos a população passou de 79.768 para mais de 800 mil habitantes.

Bandeira do Acre/Foto: ContilNet

HISTÓRIA

A história do estado do Acre tem início em 1903, com a criação do Acre Território. Logo após o fim da revolução acreana, a criação do território – o primeiro de outros que seriam criados pelo governo brasileiro – representou a submissão econômica e política do Acre à União.

Em 1946, com o fim do ciclo da borracha e após inúmeros conflitos políticos, a economia da região amazônica estava em decadência. Neste cenário, o governo federal nomeou o experiente militar José Guiomard dos Santos como governador do Território do Acre. Ele foi o responsável por inúmeros avanços e transformações de ordem econômica, social e cultural.

Após o fim de seu governo, Guiomard dos Santos encabeçou o Movimento Autonomista do Acre, que desejava transformar o então território em estado, devido à enfraquecimento político e econômico causado pela crise. Somente em 1954, quando exercia o segundo mandato parlamentar, ele apresentou o projeto e saiu nas cidades e vilas do Território, participando de comícios e reuniões, esclarecendo a população sobre a ideia.

Em 1961, o projeto foi aprovado pelo congresso nacional. Finalmente, 1962 o presidente da República, João Goulart, e o então primeiro-ministro, Tancredo Neves, assinaram a sanção e transformaram o Acre em estado.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também