Rio Branco, Acre,


PM emite nota e diz que militares envolvidos em agressão foram encaminhados à Corregedoria

Segundo o comandante, "o cidadão infrator fora surpreendido em fuga portando substâncias que aparentam ser entorpecentes"

O comandante da Polícia Militar do Estado do Acre, coronel Ezequiel Oliveira Bino, emitiu uma nota oficial na manhã deste sábado (7) sobre as agressões cometidas por militares a um homem identificado como Mateus, no Mercado Aziz Abucarer, no centro de Rio Branco, no fim da tarde de sexta-feira (7), durante a Operação Cavalo de Aço.

Segundo o comandante, “o cidadão infrator fora surpreendido em fuga portando substâncias que aparentam ser entorpecentes (16 unidades de maconha e 200 gramas de cocaína) e que esta é a terceira vez que é conduzido à delegacia de polícia pela mesma prática”.

ENTENDA O CASO: Vídeo: homem é preso e jogado dentro de ‘camburão’ da PM durante crise de convulsão

Ezequiel destacou ainda que o comando da PM, pautado pelo compromisso com a verdade e com a transparência institucional, após as evidências de eventuais excessos noticiados, apresentou os militares à Corregedoria-Geral da PMAC, para a “apuração imediata e providências pertinentes ao perfeito esclarecimento do caso, garantindo-lhes a ampla defesa e o contraditório”.

Com relação ao jovem que sofreu convulsões devido às agressões, o coronel frisou que o “cidadão infrator preso recebeu atendimento médico e nenhuma lesão grave foi constatada, ocasião que fora apresentado à delegacia de plantão”, explicou.

Veja a nota na íntegra:

O Comandante-Geral da Polícia Militar vem a público esclarecer que, na tarde de ontem, 07 de junho, deflagrou a Operação “Cavalo de Aço”, nesta oportunidade na área da 1ª Regional, centro da Capital. Que nas proximidades do Mercado Aziz Abucater, ocorreu a abordagem que deu causa a várias imagens e vídeos noticiados através das mídias sociais.

Temos a declarar que o cidadão infrator fora surpreendido em fuga portando substâncias que aparentam ser entorpecentes (16 unidades de maconha e 200 gramas de cocaína) e que esta é a terceira vez que é conduzido à delegacia de polícia pela mesma prática.

Pautado pelo compromisso com a verdade e com a transparência institucional, face as evidências de eventuais excessos noticiados, os policiais militares envolvidos na condução desta ocorrência foram apresentados à Corregedoria-Geral da PMAC para a apuração imediata e providências pertinentes ao perfeito esclarecimento do caso, garantindo-lhes a ampla defesa e o contraditório. O cidadão infrator preso recebeu atendimento médico e nenhuma lesão grave foi constatada, ocasião que fora apresentado à delegacia de plantão.

Por fim, a Polícia Militar do Acre reafirma sua convicção pelo respeito absoluto ao ordenamento jurídico pátrio, em especial no que tange aos direitos e garantias fundamentais de todos os cidadãos.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias