Rio Branco, Acre,





Ribamar diz que situação econômica do Acre não permite aumento percentual aos Poderes


As entidades não terão seus pedidos atendidos pelo governo

SAIMO MARTINS, DO CONTILNET

O chefe da Casa Civil Ribamar Batista bateu o martelo para algumas intenções de instituições do estado do Acre em aumentar os reajustes percentuais para o orçamento de 2020. Segundo ele, o momento econômico do governo, não permite qualquer tipo de reajuste.

Ribamar Trindade/Foto: ContilNet

Ou seja, na prática, as entidades não terão seus pedidos atendidos pelo governo. Ribamar garantiu após a reunião que o percentual de cada entidade será mantido. “Os percentuais serão os mesmos já praticados, 8% para o Tribunal de Justiça, 5,3% para a Assembleia Legislativa do Acre, 0,9% para a Defensoria Pública, 4% para o Ministério Público e 1,9% para o Tribunal de Contas do estado do Acre”, explicou.

O motivo alegado pelo Chefe da Casa Civil é a atual situação econômica do Acre que possa por dificuldades. “Se tirarmos do percentual da saúde e educação, por exemplo, a população será prejudicada”, explicou.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também