Rio Branco, Acre,





Senar – Acre expande assistência técnica no Estado para cadeia produtiva da mandioca


Na próxima semana, também será iniciada a ATeG voltada para a bovinocultura de corte, que beneficiará no primeiro momento cerca de 60 produtores nos arredores da Capital acreana

ASCOM SENAR-AC

Nesta segunda-feira (8), a Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) no Acre avança na variedade do atendimento ofertado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar – AC). Em Cruzeiro do Sul, será lançada oficialmente a ATeG Mandiocultura, desenvolvida exclusivamente para os produtores dessa cadeira produtiva acreana.

atendimento inicial da ATeG, voltado para a bacia leiteira em parceria com o Sebrae e o Governo do Estado, completou um semestre de atuação em junho, com assistência para 75 produtores rurais em 10 municípios acreanos: Acrelândia, Brasileia, Epitaciolândia, Plácido de Castro, Porto Acre, Rio Branco, Senador Guiomard, Sena Madureira, Xapuri e Capixaba.

Para iniciar a assistência técnica da mandiocultura, o Senar – Acre irá atender 30 propriedades no município de Cruzeiro do Sul, começando com a etapa da sensibilização dos produtores rurais e das cooperativas de farinha.

ATeG Mandiocultura beneficiará 30 propriedades no município de Cruzeiro do Sul. Foto: ASCOM/SENAR – AC

 

Na próxima semana, também será iniciada a ATeG voltada para a bovinocultura de corte, que beneficiará no primeiro momento cerca de 60 produtores nos arredores da Capital acreana.

EXPANSÃO E CONVERGÊNCIA

“Depois da bovinocultura de corte, a cadeia da mandioca é a que mais produz no Estado. A primeira reunião será com os representantes da Coopefarinha, que possui 10 produtores dentro do atendimento inicial. A partir deste momento, apresentaremos a metodologia e toda a estrutura da ATeG para eles, marcando em sequência as primeiras visitas dos técnicos e da equipe do Senar”, destacou a coordenadora estadual da ATeG no Acre, Stefanye Torres.

ATeG Leite atende mais de 70 produtores rurais com apoio do Sebrae e do Governo do Estado do Acre. Foto: Reprodução

“A maior quantidade de área plantada no Estado atualmente é ligada à mandiocultura, e Cruzeiro do Sul já possui uma produção de farinha mundialmente famosa. O Senar já visualiza a convergência dos programas de Formação Profissional Rural (FPR) e Promoção Social (PS) dentro da assistência técnica – principal eixo para auxiliar os produtores rurais a aumentar renda e qualidade de vida e de produção. A ampliação da ATeG é o caminho mais natural possível para os próximos anos”, afirmou Mauro Marcello Gomes de Oliveira, superintendente do Senar – AC.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também