Rio Branco, Acre,


Ilderlei investe em lâmpadas de LED e economia deve chegar a 70% na conta de energia

A redução de valores é somente um dos benefícios proporcionados pela alteração das luminárias

Uma alteração no projeto de iluminação já pode mudar o cenário e até mesmo a economia pública, pensando nisso a prefeitura de Cruzeiro do Sul junto com a Energisa tiveram a iniciativa de trocar as lâmpadas que eram a vapor de sódio por LED.

“Com a troca da iluminação se terá uma redução de 36.000 reais mensal na conta da prefeitura, ocasionando anualmente o valor de 442.000 de benefício, que poderá ser utilizado para a melhoria e qualidade da iluminação, ” Afirmou Antônio Carlos, Energisa.

Foram disponibilizadas 800 lâmpadas e 156 já estão instaladas na praça Orleir Cameli, outros pontos da cidade que terão acesso será a praça da Bandeira, Almirante do Cais, Ponte da União, estrada do Igarapé Preto que dá acesso ao Aeroporto, Avenida Mâncio Lima, Boulevard Thaumaturgo, Rui Barbosa e Getúlio Vargas.

“Eu gostei da iluminação que foi feita aqui na praça, está muito mais claro e também, isso é uma vantagem para nós, pelo fato que ajuda contra os assaltos, melhorando na nossa segurança, porque estamos vivendo em tempos de extrema marginalidade, ” Destacou Charlene Fonseca, microempresária.

“Esse é um projeto que está iniciando, nossa expectativa e do Prefeito Ilderlei Cordeiro é que toda a cidade seja iluminada pelas luzes de LED, outro ponto a ser destacado são os bairros que devido as chuvas, muitas lâmpadas estão queimadas, em breve já estaremos começando a manutenção” frisou Orlando Martins, gerente da iluminação pública.

Benefícios para a população

A redução de valores é somente um dos benefícios proporcionados pela alteração das luminárias, além disso a manutenção do LED é muito mais prática de ser instalada e o meio ambiente também é favorecido, porque as lâmpadas a vapor de sódio são confeccionadas com metais pesados, como o mercúrio prejudicando tanto no dia a dia quanto no seu descarte, porque demora muitos anos para se decompor.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias