29.3 C
Rio Branco
23 outubro 2021 10:44 am

Alan Rick solicita a Ministério retirada de estudantes brasileiros que estão na Bolívia

POR ASCOM

Última atualização em 31/03/2020 17:21

O deputado federal Alan Rick (DEM) encaminhou na última segunda-feira, 30, ao Ministro das Relações Exteriores, embaixador Ernesto Araújo, documento solicitando o apoio diplomático e de logística do governo federal para retirada de mais de cerca de 700 estudantes brasileiros que estão na Bolívia sem poder retornar aos seus lares, dos quais cerca de 300 são acreanos.

Tão logo recebeu ofício tratando da questão, o Chefe de Gabinete do Ministério de Relações Exteriores, Flávio Sapha, respondeu ao deputado acreano informando que as providências já estão sendo tomadas para que esses estudantes retornem ao Brasil.

“Os consulados-gerais em Cochabamba e em Santa Cruz, com apoio da Embaixada em La Paz, buscam organizar, junto à comunidade de brasileiros que desejam regressar (mais de 700 nacionais, a maioria de estudantes residentes), o deslocamento por meio rodoviário até a fronteira. O Consulado em Puerto Quijarro facilitou contatos com empresa de ônibus que oferecerá opções de transporte terrestre em bases comerciais do lado brasileiro da fronteira (Corumbá) para Campo Grande (R$ 120) e São Paulo (R$ 350)”, informou Sapha.

A ação de Alan Rick se deu após inúmeros estudantes entrarem em contato com o seu gabinete em busca de ajuda. Além do documento ao Ministério das Relações Exteriores, também foram encaminhados ofícios ao Ministro Chefe da Casa Civil, coronel Braga Neto, ao Ministro Turismo, Marcelo Álvaro Antônio e ao diretor-presidente substituto da Agência Nacional de Aviação Civil – ANAC, Juliano Alcântara Noman.

“Muito rapidamente conseguimos uma resposta do Ministério das Relações Exteriores com encaminhamento da solução do problema, uma vez que se tratam de jovens vulneráveis à situação, muitos dos quais já estão sem recursos para comprar comida, até por conta das casas de câmbio que estão fechadas”.

No ofício, o deputado Alan Rick solicita até mesmo um voo da FAB até as cidades de Santa Cruz de La Sierra e Cochabamba. Neste caso, o governo brasileiro precisa do aval do governo boliviano que precisa autorizar esse tipo de medida.

“Em reunião da bancada federal com o governador Gladson Cameli, na tarde desta terça-feira, 31, solicitamos ao governo do Acre que estabeleça uma parceria com o governo do Mato Grosso do Sul para garantir o transporte rodoviário dos estudantes até o Acre. Desta forma poderemos dar mais tranquilidade aos familiares dos estudantes brasileiros”, finalizou.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.