Rio Branco, Acre,


Acre foi o Estado que teve mais contratações do que demissões em maio, diz IBGE

Foram 1.127 novas vagas com carteira assinada no mês de maio, mesmo em um período de pandemia

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontou, em uma última pesquisa divulgada nesta semana, que de 1,144 milhão de pessoas perderam emprego com carteira assinada no país somente esse ano, até maio.

A realidade do Acre foi um pouco mais satisfatória, de acordo com os números. Para o órgão, o Estado foi o único das 27 unidades da federação que teve mais contratações do que demissões em maio.

PUBLICIDADE

Foram 1.127 novas vagas com carteira assinada no mês.

Entre os estados com piores resultados estão São Paulo (-103.985 postos, -0,88%); Rio de Janeiro (-35.959 postos, -1,15%); Minas Gerais (-33.695 postos, -0,84%); e Rio Grande do Sul (-32.106 postos, -1,31%). O Distrito Federal teve 11.709 admissões e 16.824 desligamento, com -5.115 postos de trabalho (-0,65%), no mês.

As cinco regiões do país tiveram saldo negativo em maio. Proporcionalmente, o pior resultado foi registrado no Sul, com redução de -1,10%, percentual equivalente a menos 78.667 postos de trabalho. No Sudeste, o resultado apontou menos 180.466 vagas com carteira assinada (-0,92%). Depois, na sequência, vem Nordeste (-50.272 postos, -0,82%); Norte (-10.151 postos, -0,58%) e Centro-Oeste (-12.580 postos, -0,39%).

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

× Faça sua denúncia