Rio Branco, Acre,


Socorro Neri se reúne com empresários da capital para tratar do plano Acre sem Covid

“Nossa perspectiva é da retomada, mas sabemos que no momento isso não é possível", disse

A prefeita Socorro Neri está realizando um ciclo de conversas com representantes de setores da economia para tratar do Plano “Acre sem Covid”, decretado pelo governo do Estado e que foi assumido pela Prefeitura de Rio Branco, assim como por todas as outras prefeituras acreanas. Na tarde desta sexta-feira (26), o encontro foi com empresários do comércio varejista de atividades não essenciais.

“Estamos discutindo com cada setor o protocolo de funcionamento das atividades para o momento em que isso for permitido. Pela matriz do plano desenvolvido, os municípios acreanos estão na faixa considerada de emergência, na faixa vermelha. Para mudar dessa fase para uma fase menos crítica tem indicadores que precisam ser melhorados e é essa discussão que nós estamos fazendo aqui. Buscando pactuar com os empresários quais os cuidados sanitários que eles vão precisar ter no momento em que a atividade que ele representa puder voltar a funcionar”, explicou a prefeita Socorro Neri.

PUBLICIDADE

A reunião aconteceu nos jardins da Prefeitura com a presença da secretária municipal de Saúde, Jesuíta Arruda; do coordenador do Comitê Municipal de Enfrentamento ao Coronavírus, médico Oswaldo Leal; o coordenador municipal de Vigilância em Saúde., Félix Araújo; e contou com a participação do presidente da Associação Comercial do Acre (Acisa), Celestino Bento, e proprietários de lojas, restaurantes, academias, salões de beleza, gráficas, segmentos que, pelos decretos municipal e estadual de enfretamento da Covid-19 estão com funcionamento suspenso, devido à pandemia.

“A nossa perspectiva é da retomada das atividades do comércio, mas sabemos que no momento isso não é possível em razão de estarmos ainda em situação de emergência. Todos nós precisamos nos empenharmos para melhorar os indicadores e passarmos para fases menos críticas. O objetivo aqui é a aproximação com os empresários para trabalhar com eles os protocolos que vão ter que ser seguidos para voltamos a ter uma convivência livre de propagação do novo coronavírus”, explicou a prefeita Socorro Neri aos presentes.

Pelo indicador estabelecido no Decreto Estadual n° 6.206 de 22 junho, Rio Branco se encontra na faixa vermelha e os serviços não essenciais só serão liberados de forma gradual a partir do momento que for alcançada a faixa laranja.

O coordenador do Comitê Municipal de Enfrentamento ao Coronavírus, médico Oswaldo Leal, apresentou o protocolo sanitário necessário para retomada gradual das atividades, que somente acontecerá a partir da análise dos indicadores epidemiológicos e a capacidade assistencial avaliadas pelo comitê e que terá como base o boletim de monitoramento realizado a cada 14 dias, cuja a próxima edição ocorrerá no próximo dia 4 de julho.

O protocolo da Prefeitura de Rio Branco estabelece classificações e critérios de risco em diferentes níveis como: emergência, alerta, atenção e cuidado. A flexibilização deverá seguir regras gerais estabelecidas pelo Comitê Municipal de Enfrentamento ao Coronavírus e o processo de reabertura prevê a continuidade da obrigatoriedade das medidas de segurança e higiene já recomendadas para que os indicadores retrocedam e permaneçam estáveis, tais como: distanciamento social, uso correto de máscara, uso de álcool em gel, evitar aglomeração de pessoas.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

× Faça sua denúncia