Rio Branco, Acre,


Netinho não transa há quatro anos e fala que LGBTs pensam com o “fiofó”

O cantor, que é bolsonarista assumido, criticou o movimento por não apoiar o presidente da República

Uma das sensações da música baiana dos anos 1990, Netinho publicou em seu Instagram vídeo no qual afirma não transar desde 2016. Ele ainda criticou o movimento LGBT por não apoiar Jair Bolsonaro e afirma que o segmento pensa apenas com o “fiofó”.

“Se esse pessoal LGBT não vivesse de acordo com o fiofó, eles vivem assim, né, pensando com o fiofó, eles estariam hoje comandando o Brasil junto Jair, apoiando Jair, ia ser maravilhoso! Mas eles foram doutrinados a enxergar a vida pela lente do fiofó”, disse o cantor em entrevista para o canal de Youtube de Eduardo Bolsonaro, filho do presidente da República.

PUBLICIDADE

Veja a matéria completa no Guia Gay Brasília, parceiro do Metrópoles.

 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias