Rio Branco, Acre,


Principal liderança do Comando Vermelho no Juruá é presa em Tocantins

A investigação identificou ainda que o então foragido atuava diretamente autorizando crimes de homicídios

O foragido da Justiça Acreana, Francisco Altevir da Silva, vulgo “Tati”, atualmente batizado de “Mordomo”, foi preso pela Polícia Militar do Tocantins.

O criminoso, apontada como principal liderança do Comando Vermelho na região do Juruá, foi abordado a 40 km da cidade de Palmas-To, quando seguia em direção ao Estado do Pará, no último sábado (11).

Mordomo tem uma extensa ficha corrida na polícia acreana, inclusive com condenações por vários crimes, entre eles Latrocínio, o roubo seguido de morte.

A prisão do criminoso foi possível por meio de um trabalho conjunto de investigação da Delegacia Especializada de Combate ao Narcotráfico (DENARC) e da Delegacia de Repressão as Ações do Crime Organizado (DRACO) da Polícia Civil do Acre.

De acordo com o levantamento feito pela polícia, há alguns meses Mordomo foi elevado ao cargo de conselheiro final do crime no Estado do Acre, fazendo parte de um seleto grupo de pessoas, que organizam e ordenam ações criminosas por meio da facção comando vermelho.

A investigação identificou ainda que o então foragido atuava diretamente autorizando crimes de homicídios, tráfico de drogas, distribuição e venda de armas.

Altevir foi identificado numa investigação como o principal responsável por ameaças a policiais e magistrados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up