Rio Branco, Acre,


Thammy Miranda fala sobre os ataques na web e perguntas que não responde

O influenciador diz que, no começo, ficava nervoso com ódio nas redes sociais, mas que hoje entende que não é diretamente ligado a ele

Thammy Miranda levantou um grande debate sobre paternidade essa semana nas redes sociais. Hoje (30), o influenciador, casado com a modelo Andressa Brito e pai de Bento , de apenas 6 meses, compartilhou no Instagram uma foto com o filho nos braços e afirmou: “Ser pai é assumir suas responsabilidades, não abandonar a mulher grávida… Ser pai é ensinar pelo exemplo…”

A GQ Brasil conversou com Thammy, com exclusividade, sobre os ataques a ele na web, perguntas que se recusa a responder e como é ter um recém-nascido em casa em meio à uma pandemia. O papo (incrível) segue abaixo:

PUBLICIDADE
Thammy e o filho Bento (Foto: Reprodução/Instagram)
Thammy e o filho Bento (Foto: Reprodução/Instagram)

GQ Brasil: A família de vocês recebe muito carinho nas redes sociais, mas também há os haters. Isso afeta de alguma forma? Já pensaram em se afastar das redes por causa do ódio online?

Thammy Miranda: Logo no começo, acredito que afetava bastante sim. Eu ficava bravo, nervoso, brigava e até xingava. Como eu busco sempre evoluir e entender o próximo, entender o ser humano, hoje em dia eu vejo que esses ataques falam muito mais do outro do que sobre mim. Quando alguém emana ódio nas redes sociais, está falando muito mais das frustrações próprias do que diretamente sobre mim.

GQ: Há bastante interação com os seguidores, sempre abrem para perguntas e vocês respondem de tudo. Tem aquela pergunta que vocês não aguentam mais, ou que consideram grosseira, indelicada?

Thammy: Quando perguntam em relação à sexo. Ignoro, não respondo, acho invasiva, indelicada e grosseira. Acho que sobre sexo você não precisa perguntar para ninguém. Seja trans ou cis, gay ou lésbica, simpatizante, acredito que a vida sexual das pessoas não diz respeito a ninguém, somente ao casal.

GQ: Falando de exposição e privacidade, vocês filtram muito o que vai para as redes, ou é natural, como tipo um reality show?

Thammy: A gente posta só o que quer. A nossa vida é muito mais do que uma rede social. Apenas 10% do que vai para as redes é o que acontece na nossa vida. Porém, esses 10% são muito transparentes, sincero e é o que a gente é de verdade mesmo. A gente nem teria tempo para ficar 24 horas fazendo um reality nas redes sociais.

GQ: Vocês tem o Bento, de apenas 6 meses, primeiro filho. Tenho certeza que nem por um milhão de anos imaginaram que estariam passando por uma pandemia. Mudou muito os planejamentos desse começo? Acham que está sendo mais difícil por conta disso?

Thammy: Pelo Bento ser muito pequeno, a pandemia não afetou tanto nesse ponto. Seria muito egoísmo pensar que a gente poderia estar passeando mais com ele, levando no parque, no shopping, enfim… acredito que tenha afetado pouco na questão do Bento, por ser muito novo ainda, então a gente acabou preservando mais ele e ficando em casa. Acreditamos que ficaríamos muito em casa mesmo nessa fase.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias