Rio Branco, Acre,


Uso obrigatório de máscara e proibição de permanência nas praias são fiscalizados no Rio

Desrespeito às normas de flexibilização do isolamento é punido com multa no valor de R$ 107

O domingo (12) de céu claro e muito calor atraiu muitos cariocas para a orla da cidade, onde a fiscalização das medidas de contenção à disseminação do novo coronavírus foi reforçada. Guardas municipais e policiais militares retiram banhistas das praias e aplicam multa a quem desobedece a norma. Além disso, o uso de máscara facial permanece obrigatório.

Pela manhã, a reportagem da TV Globo flagrou um homem sendo multado por caminhar pelo calçadão de Copacabana, na Zona Sul, sem máscara facial. A multa é no valor de R$ 107 e pode chegar a R$ 1.045 em caso de reincidência.

 

Homem é multado por não usar máscara facial no calçadão de Copacabana, na Zona Sul do Rio — Foto: Lívia Torres/TV Globo

 

Em Ipanema, na Zona Sul, policiais militares percorriam a faixa de areia, a pé e em quadriciclo, cobrando a saída de banhistas que insistiam em permanecer no local. Quem insiste em permanecer na praia também é multado.

Havia expectativa pela liberação total das praias nesse fim de semana, mas a prefeitura anunciou que isso só deve acontecer quando houver uma vacina contra a Covid-19 ou quando os índices de contágio estiverem perto de zero.

Pelas regras da atual fase de flexibilização do isolamento social na cidade, apenas atividades esportivas individuais são permitidas, tanto na faixa de areia quanto no mar. O banho de sol na faixa de areia é proibido, assim como o banho de mar recreativo – é permitido nadar.

 

 

Mais de 40 multas no sábado

No sábado (11), o movimento também foi intenso na orla da cidade. De acordo com a Guarda Municipal, até as 16h os agentes aplicaram 44 multas por desobediência à determinação de usar máscara e não permanecer na faixa de areia.

Para ajudar na fiscalização, cerca de 80 agentes da Guarda percorrem as praias da região na operação batizada de Blitz da Vida.

 

 

Retorno das áreas de lazer

A partir deste domingo, os cariocas voltaram a contar com as áreas de lazer criadas com o bloqueio do tráfego de veículos em importantes vias da cidade, como a Avenida Atlântica e o Aterro do Flamengo.

Fechadas desde o começo da pandemia, há quase quatro meses, as áreas de lazer são abertas aos domingos e feriados, das 7h às 18h, nas seguintes vias:

Avenida Atlântica,
Avenida Vieira Souto,
Avenida Delfim Moreira,
Aterro do Flamengo,
Rua Dias da Cruz,
Praça da Cruz Vermelha
Praça Edmundo Rego

 

Aterro do Flamengo voltou a se tornar área de lazer neste domingo (12) em nova fase de flexibilização do isolamento social no Rio — Foto: João Gonçalves/G1

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up