Rio Branco, Acre,


Com caixão, servidores dos Correios fazem novo protesto contra privatização no AC

Em todo o país, a greve dos trabalhadores já dura duas semanas. Além da não privatização dos Correios, eles reivindicam melhoria salarial

Na manhã desta segunda-feira (31), foi realizado na sede do Correios, no centro de Rio Branco, um novo ato de protesto dos servidores contra o ministro da economia, Paulo Guedes e a privatização da empresa.

Em todo o país, a greve dos trabalhadores já dura duas semanas. Na ocasião, eles voltaram a levar um caixão que simboliza a morte da empresa.

PUBLICIDADE

Além da não privatização dos Correios, eles cobram melhoria salarial. Os profissionais aproveitaram o momento para pedir a saída de Paulo Guedes do Ministério da Economia do governo Bolsonaro, que foi alvo de críticas na manifestação.

Mensagem dos correios

Conforme já esperado, o STF reduziu a vigência do acórdão trabalhista, o que significa que não temos nenhum normativo vigente, a não ser a CLT. Inclusive todas as horas extras e repousos já serão dentro desta adequação. Lembrando que de 79 direitos, estão sendo retirados 70 do acordo pra ficar a critério da empresa pagar ou não. Incluindo benefícios como ticket, reembolso creche, auxílio para dependentes com deficiência, condições de trabalho, entrega domiciliaria e AADC, questões sociais, sindicais, garantias das mulheres. Como já sabemos a proposta é de reajuste zero, mesmo com o lucro apresentado na pandemia. Diante disso, retomaremos as negociações com medição junto ao TST, porque a empresa encerrou dia 28 qualquer negociação.

 

 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up