Rio Branco, Acre,


Confira onde pode nevar no Brasil neste fim de semana

Forte massa de ar polar vai provocar queda brusca nas temperaturas nos próximos dias

Uma massa de ar frio de origem polar avança sobre América do Sul no final dessa semana. a expectativa é de que essa onda de frio seja a mais forte de 2020. Além do Brasil, essa intensa massa de ar frio polar vai causar temperaturas muito baixas na Argentina, Chile, Uruguai, Paraguai, Bolívia e em algumas áreas do Peru.

Todos os anos ocorre pelo menos uma onda de frio muito forte na América do Sul, mas esta massa polar será especialmente forte e abrangente para agosto. O frio será extremo nos estados da Região a longo desta semana, mas entre os dias 20, quinta-feira, e 23 de agosto, domingo, esfria muito na maioria das áreas do Sudeste e do Centro-Oeste, além do sul/sudoeste da Região Norte.

PUBLICIDADE

Temperaturas abaixo de 0°C devem ocorrer nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, sul de Minas Gerais e nas áreas de grande altitude do sul do Rio de Janeiro, como parque nacional do Itatiaia.

Na passagem desta intensa e grande onda de frio são esperados fenômenos como neve e outras precipitações de inverno e também geada. Acompanhe outras informações ao longo da semana.

No Brasil, a influência desta onda de frio muito forte será sentida com diferentes graduações nos estados do Sul, do Sudeste, do Centro-Oeste, Rondônia, Acre, sul do Amazonas. O vento frio desta enorme massa polar deve ser suavizar o calor até no extremo sul do Pará e do Tocantins. Algum efeito deve ser sentido também em parte da Bahia.

Pode nevar no Sul do Brasil

A presença deste ar ar muito gelado e de muita umidade em parte dos estados da Região Sul entre quinta-feira, 20, e a madrugada do sábado, 22 de agosto, poderá causar queda de neve e de outras precipitações de inverno, como chuva congelada.

Alguma precipitação de inverno poderá ocorrer em áreas do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina e do Paraná, mas não há condições para nevar nas regiões metropolitanas de Porto Alegre, Florianópolis e nem de Curitiba, embora o frio seja intenso a partir da quarta-feira, 19, até o sábado, 22 de agosto.

A Climatempo não vê condições para nevar na Região Sudeste e nem no Centro-Oeste.

Na noite de quinta-feira, 20 de agosto, há chance de precipitações de inverno nas áreas de serra do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina.

O dia com maior chance de nevar e de ocorrer outras precipitações de inverno, é na sexta-feira, 21 de agosto. Neste dia, estes fenômenos poderão ocorrer desde a madrugada até a noite nas áreas de serra a planalto do Rio Grande do Sul, serra, planalto sul e planalto norte de Santa Catarina e na região serrana do sul do Paraná, onde está a cidade de Palmas, por exemplo.

Na sexta-feira, 21, a queda da neve é considerada inclusive para as cidades de menor altitude da serra gaúcha como Caxias do Sul, Gramado e Canela.

No sábado, 22 de agosto, a chance de nevar ou de ocorrer outros tipos de precipitação de inverno é considerada para a madrugada e manhã da serra e áreas de planalto sul de Santa Catarina e da serra do Rio Grande do Sul

Já nevou em agosto?

Sim e várias vezes! Nevar em agosto no Brasil não é tão incomum como muitos podem pensar. Há diversos casos de neve no Sul do Brasil documentados em agosto e o mais recente foi em agosto de 2018. Agosto de 2016 também deu neve no Sul, mas a maior lembrança recente de neve em agosto é do inesquecível inverno de 2013, quando a neve caiu de forma generalizada sobre o Sul do Brasil e por três vezes neste mês.

No inverno de 2013, nevou em muitas áreas dos três estados, inclusive na Grande Florianópolis e em Curitiba, onde a última neve havia sido em 1975.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up