Rio Branco, Acre,


Em meio à pandemia, Acre registra saldo positivo na geração de empregos em julho

Com exceção do mês de abril, o Acre vem apresentando saldo positivo na geração de empregos em 2020

O Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged) confirmou o Acre entre os estados brasileiros que fecharam o mês de julho com saldo positivo na criação de novos postos de emprego formais. No período, foram 1.804 contratações e 1.521 demissões. Com exceção de Serviços, os demais setores da economia contribuíram para o surgimento de 283 admissões.

Mesmo em meio à pandemia do novo coronavírus, que afetou a economia global, o Acre segue na contramão dos prognósticos mais pessimistas em relação ao aumento do desemprego. O estado apresentou crescimento de 0,35%, o segundo maior da Região Norte, ficando à frente do Amazonas e Pará, dois grandes polos industriais na Amazônia.

PUBLICIDADE

Ao tomar conhecimento dos dados, o governador Gladson Cameli comemorou os números favoráveis. Desde o início de sua administração, o gestor vem somando esforços para o fortalecimento da economia acreana por meio da geração de emprego e renda.

“Isso demonstra o compromisso que firmamos com a população, de trabalhar para criar as oportunidades que resultem na criação de mais empregos. Isso confirma que estamos no caminho certo e é dessa forma que continuaremos a nos empenhar ainda mais para que o Acre siga prosperando”, analisou Gladson.

Com exceção do mês de abril, o Acre vem apresentando saldo positivo na geração de empregos em 2020. Entre janeiro e julho, foram criados 1.549 postos de trabalho. Somente em fevereiro, houve o surgimento de 930 vagas, o melhor resultado do ano.

Por meio de suas ações, o Governo do Estado do Acre tem sido um grande impulsionador da economia local. A gestão de Gladson Cameli contratou novos servidores para diversas áreas do serviço público, reaqueceu a indústria da construção civil com o lançamento e retomada de obras, e na última quarta-feira, 19, o próprio governador anunciou a contratação de mais 733 professores para a rede pública de ensino.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up