Rio Branco, Acre,


Envolvidos em incêndio de escola em Sena cumprirão prisão até julgamento

Os criminosos também conseguiram, no mesmo ramal, fazer uma família refém e roubá-la

O juiz da Comarca de Justiça de Sena Madureira, Fábio Farias, converteu nesta quinta-feira (6) as prisões em flagrante dos evolvidos no incêndio da escola Madalena Nunes de Andrade, localizada no km 14 da Estrada Mário Lobão, zona rural de Sena Madureira, em prisão preventiva.

Isso quer dizer que os dois aguardarão o julgamento na prisão.

PUBLICIDADE

A ação foi realizada por um grupo e em forma de represália por conta da prisão de dois envolvidos em assalto que aconteceu horas antes. O restante conseguiu fugir.

SAIBA MAIS: Em represália à prisão de comparsas, criminosos ateiam fogo em escola de Sena

Os criminosos também conseguiram, no mesmo ramal, fazer uma família refém e roubá-la.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e conseguiu evitar que a escola fosse destruída pelo fogo.

Na companhia dos dois, estava um adolescente de 17 anos, que foi apreendido.

As buscas na região continuam para localizar os outros envolvidos no crime.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up