Rio Branco, Acre,


Governo oficializa Plano Safra e investimentos para produtores será de quase R$ 300 milhões no Acre

O chefe da Casa Civil, Ribamar Trindade, reforçou o agronegócio como uma das marcas principais do governo

Em parceria com o Banco do Brasil e o Banco da Amazônia, o Governo do Estado, em coletiva de imprensa realizada nesta sexta-feira (21) no Palácio Rio Branco, fez o lançamento do Plano Safra.

Do evento, participaram o chefe da Casa Civil, Ribamar Trindade, representando o governador Gladson Cameli, o secretário de Estado de Produção e Agronegócio, Edivan Azevedo, o Superintendente Federal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento no Acre, Fernando Bartoloso, além de outras autoridades.

PUBLICIDADE

O acesso ao crédito rural pelos pequenos, médios e grandes produtores deve ultrapassar a marca dos R$ 290 milhões, com diminuição significativa na taxa de juros.

O Banco da Amazônia, que no ano 2019-2020 chegou a investir R$ 95 milhões, aumentou neste ano o valor, que chega a R$ 110 milhões, divididos em custeio, comercialização e industrialização.

Na ocasião, o superintende José Luiz Cordeiro destacou que a participação do Basa no Plano Safra é parte de uma preocupação de todo o Estado com a necessidade de alavancar a Economia com os investimentos no Agronegócio.

“Um momento importante para alavancarmos a economia neste período de crise pandêmica, em que o Agronegócio é um braço importante do estado. Estamos muito satisfeitos com esse investimento significativo”, comentou Cordeiro.

O Banco do Brasil, representado pelo superintendente Márcio Carioca, destinou um recurso também considerável: R$ 182 milhões. No ano passado, o banco destinou para o Estado R$ 193 milhões.

“O nosso intuito é melhorar a vida do produtor, seja ele pequeno ou grande, e a qualidade no que oferece à Economia. O Banco do Brasil está empenhado nessa operação de crédito, com eficientes e não burocráticas formas de alcançar quem precisa”, comentou Carioca.

Representando Gladson, o chefe da Casa Civil, Ribamar Trindade, reforçou o agronegócio como uma das marcas principais do governo e disse que a parceria é só “início dos trabalhos”.

“O nosso governo sempre levantou essa bandeira. Estamos de mãos dadas com o pequeno, médio e grande produtor, que fazem avançar a economia desse Estado, principalmente neste período de pandemia, em que o mercado é drasticamente afetado. Essa geração de crédito é só o início de muitos trabalhos”, finalizou o aliado do governador.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up