Rio Branco, Acre,


Ifac retoma aulas a partir de 14 de setembro de forma não presencial

Calendário de atividades foi aprovado nessa quinta-feira (27.08), durante reunião do Colégio de Dirigentes

O Instituto Federal do Acre (Ifac) irá retomar as aulas gradualmente, de forma não presencial, a partir do dia 14 de setembro. A decisão foi anunciada na tarde dessa quinta-feira (27.08), após aprovação do novo calendário letivo para 2020 pelos membros do Colégio de Dirigentes, trazendo as datas de referência para cada unidade.

Além do prazo para reinício das atividades acadêmicas, também foram validadas as normas e orientações para as atividades letivas que serão mediadas ou não por tecnologias digitais.

PUBLICIDADE

Conforme Portaria 960/2020, publicada nesta sexta-feira (28.08), a expectativa é de que o 1º semestre letivo de 2020 seja encerrado até o dia 18 de dezembro. As férias docentes irão acontecer de 21 de dezembro de 2020 a 19 de janeiro de 2021. Já entre os dias 20 a 22 de janeiro de 2021 acontece a IV Jornada Pedagógica. O 2º semestre de 2020 será iniciado em 25 de janeiro de 2021, com previsão de término para 14 de maio de 2021.

De acordo com a pró-reitora de Ensino, Maria Lucilene Belmiro de Melo Acácio, com a publicação das normativas e orientações, os campi do Ifac irão elaborar um cronograma específico, contendo as datas para retomada das atividades para cada curso. “Essa retomada não presencial, não irá acontecer ao mesmo tempo para todos os campi. Estamos trabalhando de forma bastante cuidadosa para que tudo dê certo. Precisamos enfrentar algumas dificuldades, como o acesso à internet e às ferramentas tecnológicas, assim como também não podemos esquecer que estamos vivenciando um problema de saúde pública”.

Acesse aqui a Portaria 960/2020 sobre as aulas não presenciais

No que se diz respeito ao acesso à internet e equipamentos tecnológicos, Lucilene Acácio explica que o Ifac está buscando todas as alternativas e tomando as providências necessárias para que a instituição seja contemplada pelos programas do Governo Federal. “Além disso, também estamos focados em finalizar o planejamento estratégico do acolhimento dos estudantes e seus familiares. Na próxima segunda-feira (31.08) iremos nos reunir com todos os gestores de Ensino para traçar estratégias de comunicação, visto que os nossos discentes e seus familiares precisam compreender como será o funcionamento das atividades”.

Estratégias didático-pedagógicas

Conforme a Resolução 26/2020, publicada no dia 14 de agosto, o Ifac irá adotar duas formas para retomada das aulas, sendo elas: não presenciais (aulas e atividades mediadas ou não por tecnologias digitais da informação e comunicação) e/ou por ensino híbrido (aulas presenciais e atividades não presenciais).

Para os estudantes que possuírem dispositivos com acesso à internet, as aulas poderão ser desenvolvidas por meio de webconferência e chats na turma virtual do SigaA, aulas online no Google Meet, lista de discussão em e-mails, fórum de discussão no Google Classroom ou Ambiente Moodle, vídeoaulas gravadas que poderão ser disponibilizadas no YouTubepodcasts, conteúdos e slides, textos digitais para leitura (e-books, artigos, guias, tutoriais, entre outros), propostas de redação de texto, pesquisas na web, ou também discussão temática por meio de fóruns, estudos dirigidos, atividades em questionários eletrônicos, organização e/ou participação em eventos online.

Já para os estudantes que não possuírem dispositivos com acesso à internet, as aulas e atividades poderão ser desenvolvidas por meio de materiais didáticos (apostilas, artigos) que deverão ser disponibilizados ao aluno de forma impressa ou em mídias digitais removíveis (pen drive, CD-ROM), como também poderão ser disponibilizadas videoaulas em mídias digitais removíveis (pen drive, CD-ROM, etc), além do uso de livros didáticos, desde que seja possível disponibilizá-los aos estudantes nesse período de pandemia, como também por meio de atividades realizadas com difusão de conteúdo por emissoras de rádios locais.

Planejamento participativo

De acordo com a reitora do Ifac, Rosana Cavalcante dos Santos, desde o mês de março, docentes e técnicos administrativos têm trabalhado, de forma conjunta, para a construção das normativas, orientações e calendário acadêmico. Segundo ela, a participação dos servidores foi de fundamental importância para que o Instituto Federal do Acre constituísse tais documentos, que serão norteadores para retomada das aulas não presenciais durante o momento de pandemia.

“Nosso compromisso, desde o momento em que as atividades presenciais no Ifac foram suspensas devido ao coronavírus (Covid-19), foi o de trabalhar de forma focada para que a retomada das atividades letivas a distância pudessem acontecer de forma segura, como também pautada no compromisso e fundamentada por princípios de cooperação e coletividade”, afirmou Rosana Cavalcante dos Santos.

Ainda de acordo com a reitora do Ifac, a consolidação das atividades foi possível devido às ações propostas no “Plano de Trabalho – Transformando o Ato de Ensinar e Aprender”, que foi executada em uma parceria com os campi, por meio de ações de alto impacto. “Essas ações englobaram a formação de gestores e uma intensa discussão sobre a realidade da instituição em cada município, como também sobre as condições que precisávamos enfrentar para retomar as atividades a distância nesse cenário tão diferente e inédito”.

Acesse aqui a Resolução 26/2020 sobre as diretrizes institucionais da Política de Ensino dos cursos técnicos e superiores

Por meio da capacitação dos servidores, Rosana Cavalcante dos Santos explica que foi possível aprovar a Resolução 26/2020, no dia 14 de agosto, junto ao Conselho Superior do Ifac. O documento conta com as diretrizes institucionais da Política de Ensino dos cursos técnicos e de graduação da instituição.

Ainda de acordo com a reitora do Ifac, a instituição tem atuado em conjunto com o Ministério da Educação (MEC) para que os estudantes do Instituto Federal do Acre também sejam contemplados pelo programa “Aluno Conectado”, que prevê a disponibilização de chips com dados móveis (internet). Além disso, o Ifac vem trabalhando em projeto para aquisição de chromebooks (notebooks), que serão financiados pelo MEC. A expectativa é de que os equipamentos sejam emprestados aos estudantes a partir do ano de 2021.

Formação e capacitação

Paralelo ao trabalho de construção da Resolução 26/2020, docentes e técnicos administrativos também integraram atividades de formação pedagógica, que foram denominadas “Jornada de Formação e Planejamento Integrado da Rede Ifac”. As ações estão sendo coordenadas pela diretora de Políticas de Educação Profissional, Carmem Paola Torres Alvarez.

“Até o momento já realizamos duas fases da Jornada de Formação e Planejamento Integrado. Foram eventos inéditos e que reuniram cerca de 250 servidores, de forma online, para discutir as questões pedagógicas e de gestão educacional, como também de ensino para esse contexto de retomada das aulas não presenciais. No início de setembro daremos início à terceira fase dessa capacitação, que terá como objetivo a formação de professores e técnicos administrativos”, ressaltou Paola Alvarez.

Ainda em relação à formação pedagógica, a diretora de Políticas de Educação Profissional do Ifac destaca que com a retomada das atividades acadêmicas a distância, os servidores que enfrentarem dificuldades também irão participar das capacitações “Diálogos Pedagógicos”, que serão atividades quinzenais para abordar os temas que forem surgindo ao longo do processo de realização das aulas mediadas por tecnologias.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up