Rio Branco, Acre,


Prefeitura de Rio Branco realiza ato pelo Dia Internacional da Juventude

Um ato simbólico em que os jovens falaram sobre a importância dos programas municipais

Cultura, educação e oportunidades são fatores que transformam vidas e que norteiam as políticas públicas voltadas para a juventude na capital do Acre. No final desta quarta-feira, 12, Dia Internacional da Juventude, a Prefeitura de Rio Branco realizou, nos jardins do prédio sede, um ato simbólico em que os jovens falaram sobre a importância dos programas municipais no crescimento profissional e pessoal.

“A prefeitura desenvolve há algum tempo programas fundamentais para promover o desenvolvimento, a integração, a inclusão social, o aprendizado dos nossos jovens. Nesta data tão significativa e tão importante, mesmo diante de um momento difícil como esta pandemia, os programas continuam, devem de fato continuar e a prefeitura deve ampliá-los para que as políticas de promoção à juventude alcancem mais jovens”, ressaltou a prefeita Socorro Neri.

PUBLICIDADE

Jovem protagonista

Mesmo diante das dificuldades impostas pela pandemia, programas como o Bolsa Estágio mantêm contratos com aproximadamente 185 jovens estudantes do ensino médio e do ensino superior. Jovens como o Pedro Nóbrega, 23 anos, que há um ano estagia na Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA).

“É gratificante estar trabalhando e estar atendendo à população. Através do Bolsa Estágio estou vivenciando o meu primeiro emprego, sou muito grato por isso”, disse o estagiário do teleatendimento de saúde.

Quem também participou do Bolsa Estágio foi o jovem Dener Lucas Melo, 26 anos, que após dois anos estagiando nas Secretarias de Juventude e de Tecnologia da Informação conseguiu uma vaga na Tecnologia da Informação na Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (RBTRANS). “O estágio foi fundamental na formação do profissional que sou hoje”, enfatizou Denner.

Cultura e vida

Outro programa de apoio à juventude é o Quero a Vida, desenvolvido pela SEMSA, oportuniza uma vivência única na vida dos jovens. “O projeto foi essencial tanto para minha vida profissional quanto estudantil. A Prefeitura de Rio Branco fez isso acontecer. Eu acredito que a educação move o mundo e a experiência do Quero a Vida está movendo a minha vida” disse Juan Torres, 17 anos que participa do programa desde 2019.

Um sucesso de público que revela jovens talentos, o Festival Estudantil da Canção (FEC) não podia faltar no ato. A voz da jovem Maria Clara Matos, 17 anos, ecoou pelos jardins e com letra autoral ou interpretando grandes sucessos da música brasileira e internacional, encantou os presentes. “Foi no FEC que eu assumi o que quero para vida, quero ser uma cantora de verdade. Depois do FEC comecei a me apresentar com minha família no projeto Senadinho. Minha família respira música. Sou muito grata por ter me descoberto nos palcos do FEC”, declarou Maria Clara, que participou do Festival nos anos de 2018 e 2019.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up