Rio Branco, Acre,


Acre é um dos piores estados em competitividade e crescimento em 2020

Da Região Norte do Brasil, o Amazonas foi o Estado melhor avaliado, de acordo com a lista

Avaliando indicadores como Infraestrutura, Sustentabilidade Social, Segurança Pública, Educação, Solidez Fiscal, Eficiência da Máquina Pública, Capital Humano, Sustentabilidade Ambiental, Potencial de Mercado e Inovação, além das práticas de combate à pandemia do coronavírus, um estudo promovido e conduzido pelo Centro de Liderança Pública (CLP), em parceira com o jornal Estadão, a B3 e Tendências Consultoria e a Economist Intelligence Unit, mostrou que o Acre é um dos piores estados em competitividade e crescimento em 2020.

O ranking com as 27 unidades federativas avaliadas foi divulgado ainda nesta semana. Roraima, Piauí e Acre foram os últimos colocados.

PUBLICIDADE

São Paulo foi o Estado que assumiu o topo – como foi em 2018 e 2019.  Da Região Norte do Brasil, o Amazonas foi melhor avaliado.

O levantamento feito há nove anos serve, de acordo com o CLP, como orientação para os gestores que buscam aperfeiçoar suas práticas no cenário atual, dentro dos pilares abordados.

O resultado foi apresentado em um webinar digital, transmitido na íntegra pela TV Estadão. Sete governadores, sendo eles do Maranhão, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Espírito Santo, Paraíba, Amazonas e Mato Grosso do Sul, participaram. O governador do Acre, Gladson Cameli, não participou.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up