Rio Branco, Acre,


Acusados pelo esquartejamento de mulher são condenados a mais de 60 anos de prisão

O tronco de Marcela foi colocado dentro de uma mala de viagem e jogado no Igarapé Judia

Denílson Rocha Santos e Douglas da Silva Leontino foram condenados a mais de 67 anos de prisão pela morte da dona de casa Marcela Andréia Ferreira Barbosa.

A sessão foi realizada nesta terça-feira (22), na 1ª Vara do Tribunal do Júri. Denílson Rocha pegou a maior pena. Ele foi condenado a 40 anos e 10 meses de prisão. Já Douglas Leontino, foi sentenciado a 27 anos de cadeia.

PUBLICIDADE
Um dos acusados/Foto: Reprodução

Marcela Andréia Ferreira Barbosa foi assassinada em novembro de 2017. Após ser morta, a vitima teve o corpo esquartejado em oito partes.

O tronco de Marcela foi colocado dentro de uma mala de viagem e jogado no Igarapé Judia. No dia 6 de novembro, o cadáver foi encontrado por pulares dentro da mala.

A sessão que decidiu pela condenação dos réus teve inicio as 8h30 da manhã e se estendeu até às 15h30. A juíza Luana Campos negou aos réus o direito de recorrer da decisão em liberdade.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up