Rio Branco, Acre,


Após Mazinho dizer que imprensa mentiu, Justiça retém mais de R$ 325 mil da prefeitura

Retenção é decorrente do não pagamento de encargos previdenciários dos servidores

A Justiça reteve na última quinta-feira (10) mais de R$ 325 mil da prefeitura de Sena Madureira, interior do Acre. O motivo foi o não pagamento de encargos previdenciários dos servidores públicos municipais.

A retenção foi feita no momento do repasse da primeira parcela do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) de setembro.

PUBLICIDADE

Sena Madureira tem parcelamentos com a Previdência que são descontados direto na fonte no ato da transferência do FPM.

Nesse acordo de parcelamento, o município é obrigado também a pagar em dias os encargos previdenciários dos servidores do último mês, não podendo deixar acumular três meses de inadimplência, sob pena de ter valores retidos da fonte do Tesouro Nacional.

Nesta semana, a Justiça do Trabalho sequestrou quase R$ 1 milhão dos cofres públicos da cidade para garantir o pagamento de dívidas trabalhistas, como FGTS, de mais de 500 funcionários municipais.

LEIA MAIS: Mazinho não paga FGTS de servidores e tem quase R$ 1 milhão bloqueado pela Justiça

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up