Rio Branco, Acre,


Cai a venda de armas de fogo no Acre em 2020, segundo o Exército Brasileiro

De 1º de janeiro a 21 de setembro, 51 acreanos compraram armamento de forma legal

A média mensal de compra de arma de fogo de forma legal no Acre em 2020 é menor que a do ano passado. De 1º de janeiro a 21 de setembro, 51 acreanos compraram algum tipo de armamento, segundo o Sistema de Controle Fabril de Armas do Exército Brasileiro, o que dá uma média de 5,6 por mês.

No ano passado inteiro, quando se comercializou 112 armas, a média mensal foi de 9,3. A Polícia Federal acredita que a redução se deu em função da pandemia de coronavírus, quando o atendimento presencial nas unidades foi substituído pelo remoto.

PUBLICIDADE

O ano em que os acreanos menos adquiriram armamento foi em 2016, quando foram registradas apenas 100 compras. Em 2011, esse número foi de 3.030, o maior da última década.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up