Rio Branco, Acre,


Entrevista exclusiva: Bruno vai recorrer de decisão sobre tornozeleira; veja vídeo

A decisão foi divulgada o goleiro está como equipamento desde o dia 4

O goleiro Bruno Fernandes busca um meio legal para não precisar usar tornozeleira eletrônica durante os treinos e jogos do Rio Branco Futebol Clube (RBFC), conforme determinação expedida pelo Tribunal de Justiça do Acre.

Nesta terça-feira (8), o jogador esteve na Delegacia de Flagrantes (Defla) para registrar um boletim de ocorrência e solicitar exame de corpo de delito para anexar provas a um processo. A defesa deve alegar dificuldades de locomoção para que o atleta exerça a profissão em campo.

PUBLICIDADE

Bruno alega que a tornozeleira incomoda muito. “Vamos pedir a flexibilidade para tirar nos horários de treinos e jogos, para que eu possa exercer a minha profissão, possa trabalhar”, disse Bruno ao ContilNet.

A decisão foi divulgada na segunda-feira (7) pelo TJAC, mas o goleiro já usava o equipamento de rastreamento desde o último dia 4 – data em que foi notificado.

Confira, na íntegra, a entrevista do ContilNet com o goleiro Bruno na delegacia.

 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up