Rio Branco, Acre,


Ele fica, e agora? O que o Barcelona e Messi ainda podem fazer juntos

O argentino disse não ter encontrado felicidade na equipe na última temporada e queria ir em busca de novos objetivos e desafios

Dez dias após Lionel Messi avisar ao Barcelona que queria deixar o clube, foi divulgada nessa sexta-feira (4/9) uma entrevista exclusiva com o craque, na qual ele afirma que seguirá no time por mais uma temporada. O argentino disse não ter encontrado felicidade na equipe na última temporada e queria ir em busca de novos objetivos e desafios. Então, o que esperar de Messi e do Barcelona em 2020/21?

“Minha atitude não vai mudar por mais que tenha desejado sair. Vou dar o meu melhor. Sempre quero ganhar, sou competitivo e não gosto de perder em nada. Sempre quero melhorar para o clube, para o elenco e para mim”, disse Messi ao Goal.

PUBLICIDADE

Para tentar virar a chave e deixar para trás tudo que aconteceu na campanha de 2019/20, o Barcelona contratou o treinador e ídolo do clube, Ronald Koeman.

Com Quique Setién no comando, os catalães não ergueram nenhuma taça na temporada passada. Foram vice-campeões da La Liga, chegaram à semifinal da Supercopa da Espanha e pararam nas quartas de final da Copa do Rei e da Liga dos Campeões. Essa último doeu e marcou bastante os torcedores, jogadores e, principalmente, Messi. A derrota por 8 x 2 para o Bayern de Munique foi um baque muito forte.

“Sabíamos que era um rival muito difícil, mas não que ia terminar daquela maneira, com essa imagem tão pobre para o clube e para o barcelonismo. Deixamos uma imagem muito ruim. Eu estava mal, não tinha vontade de nada”, desabafou o camisa 10.

Há esperança em Koeman

O holandês chega no Barcelona pegando um time cheio de jovens e o histórico do holandês com atletas novos é bastante promissor. Pode-se dizer que Júnior Firpo, o brasileiro Matheus Fernandes, De Jong, Puig, Aleña, Álex Collado, Ansu Fati, Dembélé, Trincão, Pedri e Rey Manaj estão em boas mãos.

No seu primeiro ano de Ajax, em 2001/02, e até 2004/05, ele acompanhou a trajetória de Zlatan Ibrahimovic. Viu Sneijder cresceu como profissional nos primeiros anos no clube holandês também. Treinou Filipe Luís, lateral do Flamengo, no começo de sua carreira na Europa, em 2004/05.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up